sábado, 22 de dezembro de 2012

Memória/Dínamo

DÍNAMO FC NA ERA DO PROFISSIONALISMO (Parte I) 

Começamos a contar a história, da era profissional do Dínamo Futebol Clube, que perdurou de 1985 a 1994, tendo seu ponto culminante em 1991, quando ingressou na Divisão Principal do Futebol  Gaúcho, onde permaneceu por três temporadas até retornar novamente para Segunda Divisão. Houve no periodo momentos históricos vividos pelo clube e a sua cidade.


1985 - O PRIMEIRO ANO


Fundado em 1970, até então, o Dínamo havia disputado campeonatos municipais e regionais (com um tricampeonato municipal e um regional) e estadual de amadores. O abnegado desportista e Presidente José Emílio Kruel queria que o clube alçasse vôos mais altos. E, assim o fez.


No ano de 1984, como preparativo para ingressar no profissionalismo, disputou o campeonato estadual de amadores, compondo numa chave com clubes regionais: Dínamo, Oriental (2 x 0, 1 x 1, 0 x 0, 3 x 1 e 1 x 2) e Botafogo de Três de Maio(1 x 3 e 4 x 2), Associação Candelária de Boa Vista do Buricá(1 x 1 e 0 x 0), Tupy de Crissiumal(dois empates em zero) e Botafogo de Santo Cristo(2 x 0 e 3 x 1). Como preparatório ao campeonato realizou quatro amistosos: Gaúcho de Passo Fundo (0 x 1), Grêmio Juniores(1 x 0), São Borja(3 x 1) e Inter SM(1 x 2).

Na temporada de 1984, participaram os atletas: Lamar, Góia, Caçula, Paulo Henrique, Grilo, Ito, Lica, João Luiz, Caio, Gerson, Cezar, Danilo, Adico, Chico, Artêmio, Toninho e Duda e no comando o técnico Adão Marques. Dínamo e Oriental disputaram uma partida extra para decidir quem seguisse no campeonato, pois ambos estavam empatados na liderança. O jogo decisivo foi em Palmeira das Missões e o Dínamo foi surpreendido pela derrota de 2 a 1(gol de Gerson).

Apesar de novato, fez uma boa campanha na Terceira Divisão, chegando a ser campeão da primeira fase, na sua chave.


Em 1985, sob a sua batuta, o Dínamo FC iniciou sua caminhada como clube profissional, participando da Terceira Divisão do Futebol do Rio Grande do Sul.
Participou na primeira etapa do campeonato, cuja chave que participava era composta, além do Dínamo, Guarany de Cruz Alta, GEPO de Tupaceritã, Riograndense/Missioneiro de Cruz Alta e Grêmio Santoangelense de Santo Ângelo.

Os jogos  da primeira fase: (c = jogo em  casa em  e f = jogo fora de casa).

08/06 – 0 x 0 Guarany (c) –Apesar da tarde do domingo ser fria, o publico compareceu e lotou o Carlos Denardin. Iniciava ali, naquele domingo, uma das maiores rivalidades regionais do futebol gaúcho. A partir de então, grandes clássicos aconteceram, ora vitória de um, ora de outro.
11/06 – 2 x 1 GEPO (f) gol de Toninho e João Luiz. O GEPO marcou 5 minutos do 2º tempo; Toninho empatou aos 27 e João Luiz decretou a vitória aos 47 do segundo tempo.
18/06 – 1 x 0 Missioneiro (c) gol de Caio. Numa jogada tramada por João Luiz e Toninho, César cruza para Caio marcar aos 30 minutos. Não foi um bom jogo do Dínamo, mas venceu. Obteve a vitória com: Lamar; Góia, Caçula, Adico e Chico; Ito, Lica e João Luiz (Dentinho); Caio, Toninho e César (Peixe).
(O jogador Dentinho se tornou Roberto Gaúcho, que do Dínamo foi para o Joinville, neste mesmo ano, e se projetou no futebol brasileiro. Além do Joinville, atuou no Grêmio, Vasco, Guarani de Campinas, Vitória, mas, sua melhor fase foi no Cruzeiro de BH, onde conquistou seus maiores títulos. Encerrou sua carreira jogando nos Estados Unidos.)
22/06 – 1 x 1 Santoangelense (f) gol de Alemão.
07/07 – 0 x 1 Guarany (f)
14/07 – 1 x 0 GEPO (c) gol de Chico.
21/07 – 1 x 1 Missioneiro (f) gol de Toninho.
28/07  - 3 x 0 Santoangelense (c) gols de Zéio, Alemão e Ito.

Com boa campanha o  Dínamo sagrou-se campeão da primeira fase, na sua chave, liderando turno e returno.


Em 1985, sob a batuta do Técnico Adão Marques, o Dínamo FC iniciou sua caminhada como clube profissional, participando da Terceira Divisão do Futebol do Rio Grande do Sul.
Participou na primeira etapa do campeonato, cuja chave que participava era composta, além do Dínamo, Guarany de Cruz Alta, GEPO de Tupaciretã, Riograndense/Missioneiro de Cruz Alta e Grêmio Santoangelense de Santo Ângelo.

Os jogos da primeira fase: (c = jogo em casa em e f = jogo fora de casa).

08/06 – 0 x 0 Guarany (c) –Apesar da tarde do domingo ser fria, o público compareceu e lotou o Carlos Denardin. Iniciava ali, naquele domingo, uma das maiores rivalidades regionais do futebol gaúcho. A partir de então, grandes clássicos aconteceram, ora vitória de um, ora de outro.
11/06 – 2 x 1 GEPO (f) gol de Toninho e João Luiz. O GEPO(Grêmio Esportivo Pedro Osório) marcou 5 minutos do 2º tempo; Toninho empatou aos 27 e João Luiz decretou a vitória aos 47 do segundo tempo.
18/06 – 1 x 0 Missioneiro (c) gol de Caio. Numa jogada tramada por João Luiz e Toninho, César cruza para Caio marcar aos 30 minutos. Não foi um bom jogo do Dínamo, mas venceu. Obteve a vitória com: Lamar; Góia, Caçula, Adico e Chico; Ito, Lica e João Luiz (Dentinho); Caio, Toninho e César (Peixe).
(O jogador Dentinho se tornou Roberto Gaúcho, que do Dínamo foi para o Joinville, neste mesmo ano, e se projetou no futebol brasileiro. Além do Joinville, atuou no Grêmio, Vasco, Guarani de Campinas, Vitória, mas, sua melhor fase foi no Cruzeiro de BH, onde conquistou seus maiores títulos. Encerrou sua carreira jogando nos Estados Unidos.)
22/06 – 1 x 1 Santoangelense (f) gol de Alemão.
07/07 – 0 x 1 Guarany (f)
14/07 – 1 x 0 GEPO (c) gol de Chico.
21/07 – 1 x 1 Missioneiro (f) gol de Toninho.
28/07 - 3 x 0 Santoangelense (c) gols de Zéio, Alemão e Ito.
Com boa campanha o Dínamo sagrou-se campeão da primeira fase, na sua chave, liderando turno e returno.

Nos jogos do Dínamo em 1985, um grande publico sempre esteve presente, como mostra a foto acima. O Estádio Carlos Denardin, ainda com a arquibancada superior de madeira e com uma cabine de imprensa em cada lado  e sem acentos. Lembram? Hoje tudo mudou.



Amistosos:


Na fase de preparação para o campeonato, o Dínamo realizou dois amistosos com o Missioneiro de Cruz Alta. O primeiro jogo na terra de Érico Veríssimo, aconteceu em 1º de março e o Dínamo derrotou os locais por 2 a 1, com gols de Toninho. Atuaram: Lamar; Clóvis, Adico, Caçula e Zico; Góia, Lica e Toninho; Caio, João Luiz e Rufino.

No jogo da volta, no domingo seguinte, em Santa Rosa, no campo do Frigorífico Prenda, pois, o gramado do Carlos Denardin estava em recuperação, nova vitória alvinegra: 4 a 0, com dois gols de Gilberto (em fase de teste) e Toninho e Cezar. Jogaram: Lamar(Danilo); Clovis, Caçula, Adico(Canhotinho) e Zico; Góia, Lica e Toninho; Caio(Cezar), João Luiz e Gilberto.
Fonte: Arquivo do Blog, Museu Municipal/Jornal Noroeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário