quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Brasileiro Sub 20/2010

FGF DEFINE E DIVULGA O CAMPEONATO BRASIELIRO SUB 20 EDIÇÃO 2010



A FEDERAÇÃO GAÚCHA DE FUTEBOL definiu e divulgou as informações do CAMPEONATO BRASILEIRO SUB 20 - 2010 que acontecerá no RIO GRANDE DO SUL de 6 a 21 de dezembro. Em sua 5ª EDIÇÃO, o CAMPEONATO BRASILEIRO SUB 20 já se tornou a maior e melhor competição da categoria no BRASIL e que também atraí atenções internacionais para o RIO GRANDE DO SUL. Neste ano, o CAMPEONATO BRASILEIRO SUB 20 será disputado em seis cidades. Na FASE CLASSIFICATÓRIA os jogos acontecerão em CAXIAS DO SUL, SANTA MARIA, ALVORADA e SANTA ROSA. Na fase de QUARTAS DE FINAL, CAXIAS DO SUL e SANTA ROSA seguem sediando as partidas. Nas SEMIFINAIS, os jogos serão disputados em CANOAS, enquanto PORTO ALEGRE receberá a grande final. O sistema de disputa é o mesmo dos últimos anos. Classificam-se os dois primeiros de cada GRUPO, os classificados se cruzam em jogos de mata-mata, apenas em partidas de ida, até que se aponte o campeão. Só poderão disputar a competição atletas nascidos a partir de 01.01.1991. E os clubes devem entregar a lista de no máximo 20 atletas inscritos até o dia 01.12.2010 para a organização da competição. No ano de 2010, a FEDERAÇÃO GAÚCHA DE FUTEBOL contará com a PANASONIC como o grande patrocinador da competição, o que só agrega em termos de qualidade, grandeza e responsabilidade. O CAMPEONATO BRASILEIRO SUB 20 - 2010 é um reaIização da FEDERAÇÃO GAÚCHA DE FUTEBOL, com a chancela da CBF e com o apoio das PREFEITURAS de CAXIAS DO SUL, SANTA MARIA, ALVORADA, SANTA ROSA, CANOAS e PORTO ALEGRE.

Na chave de Santa Rosa estarão o Internacional, o Corinthians, o Goiás, o Vasco e o Atlético-PR.

Clique AQUI e veja o carne de jogos

domingo, 24 de outubro de 2010

Guarany x Juventus

Juventus perde e fica fora da próxima fase da Copa Ênio Costamilan.

Foto: Guarany de Camaquã
O Juventus foi a Camaquã, neste final de semana, 23/10/10, jogar a partida de volta, no Estadio Silvio Luís, com o jogo marcado para as 16 horas.
O duelo foi muito disputado, num estádio acanhado e campo pequeno, além da pressão da torcida (2.000 pessoas) , o jogo foi muito conturbado. O Juventus suportou todo o primeiro tempo, a pressão bugrina, inclusive com a arbitragem numa tarde pouco inspirada.
Querendo segurar o ímpeto dos jogadores, de cara aos 6 minutos expulsou o jogador Luther (J), por reclamação, mesmo ainda não tendo o cartão amarelo, exagerando na mesma, deixando o Juventus praticamente o jogo todo com 10 jogadores.
Aos 15 do 1º tempo numa jogada Hiroshy corta o supercílio e é substituído por Júnior. Aos 2o, Tatto e João Carlos recebem cartão amarelo. No mesmo lance, o Preparador Físio do Juventus foi cobrar atitude do árbrito e foi expulso. Aos 28, Baron substitui Fabinho por Ismarlei para ter um maior poder de marcação. E, assim acabou o 1º tempo, com 3 minutos de acréscimo.
No 2º tempo logo aos 5, Rafael Paraíba, abre o placar. Numa bola aérea, toca de leve na saída de Altieri, que nada pode fazer. A torcida do Bugre exigia que o time fosse para prente, atacando mais. Aos 15, Júnior toca para área e mais uma vez o centro avante Paraíba marca. Aos 20, ais Vandré, entra Edilsom e aos 34, Evandro no lugar de Giovani e Flávio no lugar de Douglas. Aos 40, amarelo para Alex Oliveira. Aos 47, o árbitro encerra o jogo com dois minutos de acréscimo.
Os jogadores do Juventus reclamaram muito da atuação do árbitro Francisco Neto, que foi auxiliado por Marcelo Oliveira e Jorge Cardoso.
O Juventus perdeu com: Altieri: Teco (Lucas), Fred, João Carlos e Luther (expulso): Sérginho, Donovam e Fabinho (Ismarlei): Giovani (Evandro) Bruno e Tatto. Técnico: Marcelo Baron.
O Guarany conseguiu a classificação com: Douglas Motter: Alex Oliveira, Ícaro, Valença e Márcio: Belmonte, Douglas Marques (Flávio) e Vandré (Edilson): Sampaio, Rafael Paraíba e Hiroshi (Júnior). Técnico Paulo Henrique Marques.
Com a eliminação do torneio, agora a diretoria do Juventus, volta todos seus esforços na organização do Campeonato Brasileiro Sub-20, sede de Santa Rosa e planejar a organização de uma equipe para disputaar a segundona gaúcha de 2011.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Juventus x Guarany de Camaquã

Mesmo jogando bem, Juventus empata em casa.

Em pé: Donovan, Giovani, Fred, Alieri e João Carlos. Agachados: Bruno,
Serginho, Fabinho, Teco, Tatto e Luther. Foto: Pavel Bauken


Com a presença do maior público do ano e um belo jogo de futebol, o Juventus jogou nesta noite, 21/20, no Estádio Carlos Denardin, ás 20 horas com o Guarany de Camaquã, inicando a fase do mata-mata.

Foto: Pável Bauken

A equipe juventina, sabendo que era decisivo e que a vitória em casa era fundamental, começou bem o jogo, tocando bem a bola, com jogadas trabalhadas, e pressionando a equipe visitante. Disto, surgiu várias oportunidades mas que não foram transformadas em gol.
O que o Juventus mais temia, era tomar gol em casa. E, ele aconteceu. Aos 9 minutos, numa indecisão entre o zagueiro Fred e o goleiro Altieri, a bola sobrou limpa para o centro avante Paraíba que apenas teve que tocar a bola para a rede. O Juventus não se intimidou e ainda empatou na primeira fase, aos 36, numa jogada trabalhada dentro da área o ponta Tatto empatou.
No segundo tempo, precisando da vitória aos 2 minutos o zagueiro João Carlos marca para o Juventus, depois de um cruzamento, a defesa camaquense falha e ele manda para a rede. Parecia que a vitória viria, mas 4 minutos depois, o lateral Márcio, dribla dento da área, limpa a jogada e decreta o empate: 2 a 2.
A partir daí, a situação no jogo ficou difícil. O Guarani, explorava os contra ataques e os jogadores começaram a matar o tempo, caíndo no gramado, tanto que o árbitro acresceu 7 minutos no final do jogo.
O Juventus formou com: Altieri: Teco, Fred (John, aos 47 do 2º), João Carlos e Luther (Cristiano aos 35 do 2º): Serginho, Donovan e Fabinho: Giovani (Evandro aos 28 do 2º) Bruno Flores e Tatto. Técnico Marcelo Baron.
O Guarany conquistou um grande empate com: Douglas Motter: Alex Oliveira, Flávio (Maurício aos 36 do 2º), Valença e Márcio: Belmonte, Douglas e Vandré (Jacson aos 36 do 2º): Sampaio, Rafael Paraíba e Hiroshy (Júnior aos 45 do 2º). Técnico: Paulo Henrique Marques.
Arbitragem de Rudnei Braga Correa auxiliado por Sedenir Martins e Edemar C. Palmeira.
Cartões amarelos: Juventus: Sérginho aos 10, João Carlos aos 16 e Luther aos 31 todos no 2º tempo. Para o Guarany: Hiroshi aos 5 do 1º e Belmonte aos 5 do 2º tempo.

Foto: Pavel Bauken

O próximo jogo será em Camaquã, no Estádio Cel. Silvio Luís, jogo da volta, domingo,24/10, as 16 horas, onde o Juventus, somente com a vitória passará para a próxima fase da Copa Enio Costamilan.

domingo, 17 de outubro de 2010

Lajeadense x Juventus

Juventus arrasa Lajeadense no Florestal

A equipe de Santa Rosa, jogou nesta tarde, (17/10) no Estádio Florestal em Lajeado contra o Lajeadense. O Juventus precisa vencer para evitar o confronto direto com o Inter/POA na próxima fase. O jogo que teve inicio as 16 horas, começou com uma forte pressão do mandatário, e os ataques esbarravam nas mãos do goleiro Altieri (o nome do jogo), com extraordinárias defesas. O Juventus equilibrou o jogo e aos 31 min, numa bela jogada, Fabinho dominou a bola no meio do campo, invadiu a área e tocou a bola para o gol sem chances para Anderson. Aos 33, Picinini simula um penalti e recebe cartão amarelo. Aos 41, Giovani em jogada individual sofre penalti, derrubado dentro da área por Gonçalves. Teco bate e amplia: 2 a 0.
No inicio da etapa complementar, Ben-Hur faz duas substituições. O Lajeadense exerce no inicio enorme pressão. Luther segura o ombro de Robert dentro da área. Penalti. Picinini bate e faz 2 a 1. Aos 27 do 2º tempo, contra ataque do Juventus, jogada rápida entre Teco, Giovani e Evandro, este ultimo toca para os fundo da rede do Lajeadense: 3 a 1. A apesar da pressão, o Juventus se defende bem, explorando contra ataques, e num deste Gonçalves, fez falta forte em Donovam e recebe o cartão vermelho. E, assim o Juventus consegue, mais uma bela vitória fora de casa.
O Lajeadense perdeu com: Anderson: Alessandro (Mateus), Gonçalves, Evando (Gabriel) e Cassiano: Ramos, Serginho e Marquinhos: Picinini, Lucas e Jean (Robert). Técnico: Ben-Hur.
O Juventus ganhou com: Altieri: Teco, João Carlos, Fred, Luther (Rodrigo) e Tatto: Serginho, Donovan e Fabinho (Evandro): Giovani (Gilvan) e Bruno Flores.
Arbitragem de: Luís Teixeira Rocha, auxiliado porJulio Cezar Espinoza de Freitas e Fernando Ribeiro Horbach.
Com a vitória o Juventus assume a 4ª posição na tabela e espera o próximo adversário, o Guarany de Camaquã, da chave Região Fronteira. O jogo será na próxima quinta-feira, 21/10, as 20 horas, no Carlos Denardin.

VEJA OS GOLS DO JOGO:
-------------------------------------------------------------------

-------------------------------------------------------------------

ESTES SÃO OS JOGOS DA PRIMEIRA RODADA:

QUINTA-FEIRA, 21.10, 20:00hs - LAJEADENSE x INTERNACIONAL
QUINTA-FEIRA, 21.10, 20:00hs - JUVENTUS x GUARANY-CAM
QUINTA-FEIRA, 21.10, 16:00hs - GRÊMIO x NOVO HAMBURGO
QUINTA-FEIRA, 21.10, 16:00hs - CRUZEIRO x PELOTAS
QUINTA-FEIRA, 21.10, 20:00hs - BAGÉ x CAXIAS
QUINTA-FEIRA, 21.10, 16:00hs - SAPUCAIENSE x GUARANY-BAG
QUINTA-FEIRA, 21.10, 16:00hs - SÃO JOSÉ x CERÂMICA
QUINTA-FEIRA, 21.10, 16:00hs - 14 DE JULHO x PORTO ALEGRE

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

História



O Jornal GAZETA REGIONAL, a partir de 16/10/2010, sempre aos sábados, publicará duas páginas com materia sobre resgate histórico do Juventus Atlético Clube, até março de 2011, quando dos festejos do aniversários de 60 anos do clube.





04/03/2011





26/02/2011



19/02/2011


Edição de 12/02/2011








Edição de 06/02/2011






Edição de 29/01/2011




Edição de 22/01/2011




15/01/2001


07/01/2011.




Edição de 29/12/2010



19/12/2010






11/12/2010






04/12/2010

Edição de 27/11/2010



Edição de 20/11/2010



Edição de 14/11/2010



Edição de 06/11/2010




Edição de 30/10/2010

Capa da Edição do dia 16/10/2010.


Página nº 28


Página nº 29


Edição do dia 23/10/10


Na foto não consta o Presidente Carlos Turra (2003)

domingo, 10 de outubro de 2010

Juventus x Caxias

Juventus vence Caxias no Carlos Denardin.

Jogando uma brilhante partida, nesta tarde de domingo (1o/10) o Juventus de Santa Rosa venceu a SER Caxias por 2 tentos a zero. O jogo teve inico as 16 horas e o Juventus precisava demais dessa vitoria para se firmar no campeonato.
O jogo parelho nos minutos iniciais e por vezes o Caxias trocava passe e mantinha a posse de bola, procurando atacar. Mas o Juve se defendia bem e respondia com jogadas perigosas. Aos 18 minutos do primeiro tempo, num perfeito cruzamento da esquerda, João Carlos faz um golaço de cabeça, encobrindo o goleiro Matheus. No 2º tempo o Caxias perde uma grande oportunidade aos 20 minutos, com Aloisio desperdiçando, talvez, aquela que foi a melhor jogada da equipe na partida. Logo depois, aos 22 minutos em novo cruzamento, Donovan de cabeça faz o segundo gol, dando assim uma grande vitória para a equipe verde-rubra.
O Juventus ganhou com: Altieri: Teco, Fred, João Carlos ( Rodrigo, aos 32 do 2º) e Cristiano; Serginho, Donovan, Giovani (Evandro, aos 25 do 2º) e Fabinho ( John, aos 30 d0 2º); Bruno Flores e Tatto. Técnico Marcelo Baron.
O Caxias perdeu com: Matheus; Alisson, Neto, Tiago Saletti e Edu Silva; Marcos Rogério, Itaqui, Edenílson e Tiago Correa (Renan, no intervalo); Rodrigo Paulista (Adriano, aos 20 do 2º), Aloísio (Pedro Henrique, aos 35 do 2º). Técnico: Ivan Soares.
Arbitragem de Marcos Sacom, auxiliado por Samir Bertollo e João Carlos dos Santos.
Gols: João Carlos aos 18 do 1º e Donovan aos 22 do 2º.
Carttões amarelos: Donovan e Cristiano do Juventus e Rodrigo Paulista do Caxias.
Cartão vermelho: Tiago saletti do Caxias, aos 22 do 2º tempo. por reclamação contra a arbitragem, por ocasião do 2º gol juventino.
Público: em torno de 600 pessas assitiram a bela vitória do Juventus nesta tarde de domingo.
O próximo compromisso do Juventus será no domingo contra o Lajeadense, na cidade de Lajeado.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Amistoso em Santa Catarina

Associação Chapecoense vence o Juventus de Santa Rosa em amistoso.

Silvinho marcou dois gols. Foto: chapecoense.com

Na noite desta segunda-feira (04), a cidade de Coronel Freitas (SC) recebeu o amistoso entre Chapecoense e Juventus (RS). O público apesar da chuva compareceu em bom número para prestigiar os jogadores, foi um bom teste para o técnico Guilherme Macuglia avaliar o ritmo da equipe e as opções que poderá ter para a partida do próximo dia 09 de outubro.

O primeiro tempo foi de várias oportunidades de gol. A Chapecoense teve o domínio das ações. Logo no primeiro lance do amistoso Sandro Sotilli de cabeça quase abre o marcador e novamente Sotilli aos 5 minutos perde outra oportunidade marcar. O primeiro lance de perigo ao gol do goleiro Nivaldo aconteceu aos 10 minutos com o meia Fabinho que chutou e fez Nivaldo praticar boa defesa. Aos 15 minutos, Marcus Vinicius cruza e o zagueiro Rodrigo perde uma grande chance de marcar.

Aos 22 minutos o camisa 7 do Juventus (RS) Geovane é derrubado na área, o juiz deixa o lance seguir. A resposta da Chapecoense aconteceu aos 26 minutos com Badé batendo falta com perigo e aos 27 minutos o camisa 7 do Juventus (RS) chuta e Nivaldo defende.

Aos 29 minutos do primeiro tempo sai o primeiro gol. Levantamento na área do Juventus, o zagueiro Rodrigo cabeceia e o jogador Teco do Juventus coloca a mão na bola, o juiz marca pênalti, que o meia Silvinho chuta com categoria abrindo o marcador. 1 a 0 para a Chapecoense. Após o gol o Juventus (RS) se arriscou mais e em uma das oportunidades obrigou o Nivaldo a fazer uma defesa à queima roupa.

Já na segunda etapa, logo aos 4 minutos Badé cruzou e Waldison não conseguiu chegar a tempo de chutar ao gol. Aos 6 minutos aconteceu o grande lance do amistoso, após bate rebate o jogador Silvinho pegou de primeira e marcou um golaço. 2 a 0 para a Chapecoense. Mas o Juventus não se intimidou e aos 9 minutos quase marcou um gol olímpico.

Aos 19 minutos em rápido contra ataque Neilson ganhou do zagueiro e chutou, mas a bola caprichosamente bateu na trave. Aos 25 minutos Waldison cabeceou para fora e aos 29 minutos Rafael Morisco arriscou, mas mandou para fora do gol. O ritmo da partida caiu nos últimos 15 minutos devido as muitas substituições feitas pelos dois técnicos e o placar não se alterou.

A Chapecoense venceu por 2 a 0.

CHAPECOENSE (2) – Nivaldo (Marcelo Rosa); Eduardo Erê (Pereira); Rodrigo (Rafael Morisco), Marcelo Ramos (Valdir); Badé (Xaro) Marcos Vinicius (Douglas); Marcelo Guerreiro; Silvinho (Rogério); Fábio Nunes (Grolli); Waldison e Sandro Sotilli (Neilson)

Técnico – Guilherme Macuglia

Juventus (RS) (0) – Vagner; Teco; João; Fred (Tolasi); Cristiano; Sergio; Esmalei; Fabinho (Rodrigo); Geovane; Tato (Maicon) e Buda (Bruno)

Técnico – Marcelo Baron

Arbitragem – Éderson Paulo Pegoraro auxiliado por Leonel Smaniotto e Fabio Sobieral

Local – Estádio Municipal de Coronel Freitas

04/10/2010

Fonte: http://chapecoense.com


Veja os gols de Chapecoense e Juventus:



http://www.youtube.com/watch?v=Ci_Eu4Fyfyo

sábado, 2 de outubro de 2010

Cerâmica x Juventus

Juventus perde para o Cerâmica.

O Cerâmica venceu o Juventus, por 2 a 0, em partida realizada na tarde deste sábado (02), com início as 15 horas, no estádio Antônio Vieira Ramos, válida pela terceira rodada do returno da Copa Ênio Costamilan.

Crédito da foto: Site Cerâmica AC

Primeiro tempo: O Cerâmica impôs pressão sobre o Juventus desde o início da partida. A equipe santa-rosense, no entanto, se valeu de uma forte retranca para inibir qualquer investida ceramista.

Porém, após os primeiros 15 minutos, o time de Santa Rosa cresceu em campo e começou a criar dificuldades para a defesa do Cerâmica.

As investidas do Juventus deram certo e, aos 23 minutos, o jogador foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. O lateral Teco cobrou para fora.

Passado o susto do pênalti, o Cerâmica se acordou e, apenas um minuto depois, Rafael Paraíba foi derrubado na entrada da área.

Dênio cobrou a falta para dentro da área e Cidinho, oportunista, deu um toquinho na bola para o fundo da rede, fazendo 1 a 0 para o Cerâmica.

A equipe de Gravataí, passou o restante da etapa inicial em investidas contra a defesa do Juventus. Mas o primeiro tempo ficou mesmo no 1 a 0.

Segundo tempo: No segundo tempo, a equipe treinada por Leocir Dall’Astra, cadenciou mais o jogo, trabalhando melhor a bola e administrando melhor os espaços dentro do campo.

O Juventus, entretanto, subiu ao ataque e Fabinho, logo nos primeiros minutos bateu forte de fora da área para grande defesa do goleiro Diego.

E o Cerâmica ainda se valeria de boas defesas de Diego nos minutos seguinte até que, aos 20 minutos, o zagueiro do Juventus subiu na área e meteu a mão na bola. Pênalti.

O capitão Sidney assumiu a cobrança e bateu com perfeição, sem chances para o goleiro Altieri, 2 a 0 Cerâmica.

O tricolor ainda teria outra grande chance a 10 minutos do final do jogo com Cidinho, que avançou sozinho frente ao goleiro adversário. Mas o Juventus teve a goleada travada pela bela defesa do goleiro Altieri.

Final de jogo. Cerâmica 2 a 0 sobre o Juventus.

Arbitragem: Felipe Casado Scipioni auxiliado por Alduíno Mocelim e Emerson Krombauer.

Próximo jogo será no Estádio Carlos Denardin, com a SER Caxias.

O Cerâmica ganhou com : Diego, Djair, Marcão, Sidney, Pedro, Robson, Liniker, Negueti, Dênio (Belo), Rafael Paraíba (Fusca) e Cidinho.

Juventus perdeu jogando com: Altieri, Teco (Donavan), Fredi (Bruno), Cristiano, Sergio, Rodrigo, Giovani, Esmarlei, Buda, Fabinho e Tatto. Técnico: Marcelo Baron.

Arbitragem: Felipe Casado Scipioni , auxiliado por Aldoino Moacir e Emerson Kronbauer.

Fonte: Cerâmica Atlético Clube