quinta-feira, 31 de março de 2011

Grande fase

A melhor campanha da primeira fase

Faltando 4 rodadas para o final da primeira fase, equipe tem a melhor campanha da segundona

Está tudo dando certo para a equipe de Santa Rosa, que ganhou mais uma partida fora de casa , nesta quarta-feira em Julio de Castilhos. Com a vitória abriu 4 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, a SER Santo Ângelo. Na classificação geral, entre as 28 equipes da segundona,o Juventus tem atualmente a melhor campanha com 17 pontos, faltando 4 rodadas para a equipe de Santa Rosa, que folga na última rodada.

Após a primeira derrota da equipe do Glória na noite de ontem para o Atlético de Carazinho na chave 3, o Juventus atualmente tem 17 pontos na tabela, 2 a mais que o Glória na classificação geral, superando grandes equipes com tradição do estado.

O Juve vai para Frederico Westphalen neste domingo, enfrentar a equipe local, sem contar com os alata Teco e Tatto, por estarem suspensos. Os substituos poderão ser Caju na ala diretia e Jonata ou Wiliam na ala esquerda. Mesmo com os desfalques o Juvenus quer manter a boa fase, buscando mais um resultado positivo fora de casa.

Pavel Bauken.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Mais uma vitória

Juventus ganha fora e está na próxima fase


Equipe é líder com 17 pontos, uma das melhores campanhas da segundona.


Jogando na tarde de hoje(29), no estádio Municipal de Julio de Castilhos, o Juventus após um empate em casa contra o Riograndense, foi para cima da equipe do Milan. Jogando um belo futebol, a equipe santa-rosense garantiu a classificação para a próxima fase, com 4 rodadas de antecedência e com uma das melhores campanhas da segundona.

O técnico Gelson Conte não conteve as lágrimas no final da partida onde dedicou a vitória para a torcida de Santa Rosa, “Esta vitória é para o povo de Santa Rosa, para a diretoria do clube, queremos que o torcedor vá ao estádio nos apoiar, estamos muito feliz com esta classificação antecipada”, disse Gelson.

Começando o primeiro tempo já pressionando os locatários, Douglas rouba a bola no meio campo, avança pela lateral, cruza e Maicon aparece na área para tocar para os fundos da rede, abrindo o marcador, isto aos 10 do primeiro tempo. Mas no final do primeiro tempo vem a preocupação para o Juventus. Após falta não marcada para o Juventus no jogador Douglas, ojogo segue e no contra-ataque o atleta do Milan é derrubado na área. Pênalti para o Milan. Aos 46 do primeiro tempo, Renato bate e marca para a equipe da casa.

No segundo tempo as equipes entram em campo para não ficar no empate. O Juventus erra muitos gols e o Milan joga no contra ataque. O time da casa tem 2 jogadores expulsos. Aos 39 minutos, começa a se desenhar mais uma vitória. Donavan cruza, Maicon faz o corta luz, a sobra fica para Rodrigo mandar no ângulo do goleiro Manga. E, aos 47, Maicon marca o segundo gol dele na partida, o terceiro do Juventus, dando assim, números finais a partida: 3 a 1.

O Juventus joga a próxima partida domingo fora de casa contra a equipe do União Frederiquense.


Classificação Chave 4:

domingo, 27 de março de 2011

Segundona

Juventus perde pênalti no final , empata em casa, mas continua líder.

Juventus e Riograndense empataram debaixo de muita água, no Carlos Denardin.

No final da tarde deste domingo (27), o líder Juventus recebeu no Carlos Denardin a equipe do Riograndense. As equipes entraram em campo debaixo de muita água, mas os poucos torcedores que foram ao estádio conferiram um grande futebol apresentado pelas equipes.

Jogando em casa o Juventus foi para cima do Riograndense, e abriu o placar mas logo em seguida o time de Santa Maria empatou. Aos 27, Jonata aparou de primeira um cruzamento e de perna esquerda fuzilou a meta de Goico. Mas, quando ainda o Juventus comemorava o gol, veio o empate aos 29, através de Buda, num chute em diagonal sem apelação para o goleiro. E assim, terminou o primeiro tempo.

Antes do encerramento da primeira etapa a chuva já começava a prejudicar o gramado. A precipitação que ocorreu durante o intervalo, fez com que a boa drenagem do estádio não vencesse escoar o grande volume de água. Mesmo assim, os atletas de ambas as equipes buscaram a vitória, que esteve mais próxima do Juventus. Aos 37 minutos do 2º tempo, Douglas foi derrubado na área e o árbitro implacável, assinalou a marca penal. O arqueiro Doico recebeu o cartão amarelo pela jogada. Maicon destacado para a cobrança bateu fraco no canto direito do goleiro que fez a defesa. É o segundo jogo em casa que o Juventus perde pênalti. Quando do empate com o Milan, aconteceu o mesmo. Pênalti mal batido, e restou um empate em 1 a 1. Mesmo com este empate o clube santa-rosense continua líder de sua chave.

O Juventus deixou a vitória escapar nos últimos minutos jogando com: Vagner; Teco Carlão (Thomas aos 26 do 2º), João carlos e Tatto; Batata, Donavan e Jonata (Rodrigo aos 35 do 2º); Pito, Maicon e Giliardi (Douglas no intervalo). Técnico Gelson Conte. O Riograndense de Santa Maria obteve um grande resultado com: Doico; Adison (Fábio aos 20 do 2º), Morelli, Guilherme e Anderson; Davi, Maurício e Hebert (Diogo aos 43 do 2º); Miguel, Fábio Buda e Zé Carlos (Rone aos 27 do 2º). Técnico Jair Galvão.

Arbitragem de Anderson da Silveira Farias auxiliado por Charles Lorenzetti e Fernando Ribeiro Horbach. Foram acrescidos 2 minutos no 1º tempo e 4 minutos no 2º tempo, por atendimento a atletas e substituições.

Cartões amarelos: Buda aos 24, Mauricio aos 36 (RG) e Donavan aos 42(JU) todos no 1º tempo. Anderson aos 18, Fábio aos 32, Doico aos 38 e Miguel aos 47 (RG) na 2ª etapa.

O Juventus joga suas próximas partidas fora de casa. Na quarta feira em Júlio de Castilhos, contra o Milan e no domingo em Frederico Westphalen contra o União.

Vejas os gols da partida:



terça-feira, 22 de março de 2011

Entrevista

O Portal Noroeste Notícias, trás para os internautas uma entrevista após o jogo entre o Juventus e SER Santo Angelo, onde conversamos com o presidente Antônio Boiczuk, o Toni, e o técnico Gelson Conte.

domingo, 20 de março de 2011

Mais uma

Juventus vence, é campeão do 1º turno - Chave 4.

Jogando um belo futebol nesta tarde de domingo, 20/03, as 18 horas, no Estádio Carlos Denardin, o Juventus venceu a SER Santo Ângelo por um a zero e sagrou-se campeão do 1º turno da chave 4 da 2ª divisão do campeonato gaúcho de 2011.

A equipe de Santo Ângelo entrou no gramado e praticou um futebol para vencer, pois, neste caso alcançaria o Juventus na primeira posição. Mas, não deu. Em casa, com uma grande torcida que incentivava o time a todo o momento, o Juventus fez prevalecer o fator local. Aos 39 minutos do segundo tempo, na cobrança de escanteio da direita, Douglas, que acabara de entrar, testa a bola para baixo, no canto direito, vencendo o goleiro santo-angelense Márcio. Para o tricolor missioneiro já era tarde para tentar ao menos o empate. Acabou mesmo em um a zero para o Juventus.

A equipe santa-rosense, que já era líder antes do jogo, disparou com 5 pontos a mais do 2º colocado. Mesmo folgando na ultima rodada do turno, na quarta feira, não será alcançado na liderança.

A torcida compareceu nesta tarde/noite no Carlos Denardin.

O Juventus venceu com Wagner; Teco, Carlão, João Carlos e Tatto; Batata, Donovan e Jonata; Pito (Sérgio Luis aos 40 do 2º), Maicon e Gilliardi (Douglas aos 20 do 2º). Técnico Gelson Conti.

A Ser Santo Ângelo perdeu com: Márcio; Graciano, Saulo, Airton e Luís Henrique; Baiano, Ivanildo e Diógenes; Clebersom, Marcelo Buda (Josimar aos 26 do 2º) e Pavão (Amaral aos 12 do 2º). Técnico Valdir César Haboski (o Caçula).

Abritragem de Cristiano Silva Santos auxiliado por Franciel Horn e Gedersson Foletto. Cartões amarelos para Pito aos 41, João Carlos aos 80 e Fábio aos 87 do Juventus e Luís Henrique aos 41, Pavão aos 42 e Airton aos 43. Cartão vermelho, por jogada violenta, foi direto para o chuveiro mais cedo, o jogador Saulo aos 75 minutos de jogo.

O Juventus folga na próxima rodada. O próximo jogo será novamente no Carlos Denardin contra o Riograndense de Santa Maria.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Vitória

Superação e raça Juventus vence e segue líder

A viagem não começo nada bem para o Juventus na tarde hoje, o ônibus que era para sair as 12h30, atrasou meia hora e chegou com o pneu furado. Mesmo assim a viagem seguiu cerca de 40km, quando a equipe parou para trocar de ônibus, na troca de ônibus o motorista seguiu viagem sem o massagista da equipe Sr. Joel, que ficou no posto e voltou de carona para Santa Rosa.

Tinha tudo para ser uma tarde ruim para a equipe de Santa Rosa, jogando fora de casa em um campo em péssimo estado, calor muito forte durante a partida, e no primeiro tempo a equipe não se encontrava em campo, e levou o gol aos 40min em cobrança de falta de Hudson Carioca, a bola fraca passou por todos jogadores e parou no fundo da rede.


Mas a equipe voltou do intervalo da partida com novo uniforme (branco), e com novo ritmo de jogo, com a posse de bola durante todo o segundo tempo aos 28min em falta cobrada por Teco a bola desviou no zagueiro Ronaldo Alves, era o empate do Juventus mas a equipe queria mais e 3min depois virou a partida com o artilheiro Maicon, em uma das armas do Juventus o contra ataque. Destaque para o preparo físico da equipe que correu em busca do terceiro gol até o final da partida, sobre forte calor.

Foi uma vitória na raça e na superação da equipe comandada pelo técnico Gelson Conte, que motivou os jogadores no intervalo da partida, dando uma nova cara a equipe.

Agora o Juventus está com 10 pontos isolado na liderança. O próximo jogo diante do Santo Angelo que hoje ganhou fora de casa do Riograndense por 3 a 0 e está com 7 pontos. A próxima rodada no Carlos Denardin promete um grande público no próximo domingo.

TAC: Alessandro; Charles, Alberto (Daniel) e Ronaldo Alves; Vaguinho (PC), Marcão, Rafael Pelezinho, Hudson (Pará) e Sander; Evandro Brito e Natan. Técnico: Nairo Pivatto

JUVENTUS: Wagner; Teco (Cajú), Crlão, João Carlos e Tato; Oldra, Donavan, Jonata (Fabinho) e Pito; Maicon e Giliardi (Wilian). Técnico: Gelson Conte

Arbitragem de Cruz Alta: Edegar da Silva Frick auxiliados por João Carlos Pedersen e Nicolas Fernando das Almas

Pável Bauken - Noroeste notícias

http://www.difusoraceleiro.com.br

domingo, 13 de março de 2011

Liderança

Com goleada fora de casa, Juventus dá presente de aniversário para sua torcida e lidera a chave 4.


Jogando um belo futebol, nesta noite de domingo(13/03), com inicio as 19 horas, no Estádio Piratini, contra a SE Panambi, o Juventus venceu de goleada a equipe local por 4 a 1. Ainda no primeiro tempo o Juventus fez tres a zero, com gols de Jonata, aos 3, Maicon aos 17 e Jonata aos 45 do 1º tempo.
Na segunda etapa Marcinho Galvão descontou aos 35 e Maicon completou a goleada aos 50. Com este resultado o Juventus presenteia sua torcida um dia após completar 60 anos e conquista a liderança da chave 4.
O Juventus obteve a uma bela vitória jogando com: Wagner; Teco, Carlão, João Carlos e Tatto (Japa aos 38 do 2º); Batata, Donavan e Jonata; Pito (Fabinho aos 28 do 2º) Maicon e Gilliardi (Rodrigo aos 33 do 2º). Técnico Gelson Conte. O Panambi, se vencesse estaria na liderança, perdeu em casa com Daniel; Eduardo, Valdomiro, Luther e Cristiano; Alisson (Adilson aos 28 do 1º), Édino e Gé; Marcinho Galvão, Wiliam (Dênis aos 20 do 2º) e Rafinha. Técnico Eugênio Silva.
Cartões Amarelos: Todos no 2º tempo: Vagner (5), Jonata (6) e Carlão(26) pelo Juventus e Adilson (37) pelo Panambi. Arbitragem de Cristiano da Silva Santos auxiliado por Samir Bertolo e Jonas André. Foram acrescidos 2 minutos no 1º tempo e 5 no 2º tempo. Público: 1.500 torccedores.
Próximo jogo será na quarta feira as 16 horas em Tres Passos contra o TAC, onde jogará para manter a liderança.

Classificação Chave 4.
__________________
C CLUBE PG
1 Juventus 7
2 Santo Angelo 6
3 União 6
4 Milan 5
5 Três Passos 4
6 Riograndense 3
7 Panambi 3

quinta-feira, 10 de março de 2011

Juventus vence.

E, veio a primeira vitória.

Jogando em casa o Juventus venceu sua primeira partida no campeonato gaúcho da segunda divisão. Com gol de Maicon de penalti aos 8 minutos do 1º tempo, e Rodrigo aos 41 do segundo, venceu o União Frederiquense no Estádio Carlos Denardin nesta noite de quarta-feira(10/03).
Juventus venceu com Vagner; Caju (Teco aos 14 do 2º), Carlão, João Carlos e Tatto; Batata, Donovan, Jonata; Pito, Maicon (Rodrigo aos 24 do 2º) e Giliardi (Wiliam aos 42 do 2º). Técnico Gelson Conte. O União, perdeu jogando com Rafael; Diogo, Flávio, Maurício e Carlinhos; Douglas, Toto (Juninho aos 27 do 2º), e Paraná; Fabiano Veiga, Bassani e Varetta (Samuel aos 17 do 2º). Técnico Rodrigo Bandeira.
Arbitragem de Tiago Rodrigues auxialiado por Cristiano Ivan Eckert e Wagner Mauricio da Luz, todos da Delegacia de Cruz Alta.
Cartões Amarelos - Juventus: Tatto aos 30 do 1º, Teco aos 15, Jonata os 16 e Wiliam aos 45, todos no 2º tempo. Para o União: Douglas aos 7 minutos, quando tocou a bola com a mão dentro da área originando o penalti para o Juventus. Carlinhos aos 16 e Samuel aos 33 do 2º tempo.
O próximo jogo do Juventus será no domingo em Panambi, e quarta-feira em Tres Passos, contra o TAC, no Estádio Luis de Medeiros. Com este resultado o Juventus melhorou na tabela.

Classificação do Grupo 04:
1º - Milan de Júlio de Castilhos - 5
2º - SE Panambi de Panambi - 4
3º - Tres Passos - 4
4º - Juventus - 4 pontos
5º - Rio-grandense de Santa Maria- 3
6º - União de Frederico Westphalen - 3
7º - SER Santo Ângelo - 1

terça-feira, 8 de março de 2011

Fatos & Fotos Antigas do Juventus - Parte IV

FATOS & FOTOS ANTIGAS DO JUVENTUS - PARTE IV

Histórias enviadas por J. J. Araujo

10 . JOÃO RIGON

Importante figura da sociedade santa-rosense, tinha como um de seus hobbys ser radio amador.

Para as transmissões externas da Rádio Sulina, contávamos com linhas para os clubes sociais da cidade, Cultural e Concórdia e para o palco do Cine Odeon.

Quando era difícil estender fios, via poste, servia-nos com o seu” potente” transmissor.

Por ocasião da inauguração do Estádio Carlos Denardin, no jogo seleção local versus Grêmio, o narrador da rádio Gaúcha, Sérgio Morais, teve de pedir para que a potência fosse diminuída, pois, pela propagação do som, sua emissora não estava conseguindo conectar com Porto Alegre e a transmissão, não poderia ser realizada ou seria prejudicada.

9 . ANFIBIO

Em determinada época o regimento local, que então se chamava 1º Regimento de Cavalaria Motorizada, recebeu paras uso da tropa, um carro anfíbio que foi distribuído ao Esquadrão de Comando e Serviços.

Permanecia na garagem da subunidade, a espera da próxima manobra.

Lá pelas tantas, veio uma chuva daquelas, de encher o pessegueiro. Com a enchente do rio, o campo de futebol ficou alagado.

Resolveram fazer o teste no anfíbio. Nos primeiros momentos, beleza... . Depois, o carro apagou e ficou ao sabor das “ondas”.

Por pouco, os bravos soldados, não tiveram de ser socorridos pelos bombeiros....

7 . FAMILIA CODINOTTI

Quando me de dei por gente, já não estava em Santa Rosa o jogador “Alma de Gato”, que, graças a seu enorme futebol, fora, ainda bem, para Cruz Alta, jogar pelo Nacional. Atleta dos mais disputados, somente jogou nessa cidade e, também, pelo Guarany. Não saia de. C.Alta por ser funcionário da previdência social. Um dos seus irmãos –Jayme – seguiu-lhe os passos e, também, ainda jovem se bandeou para Cruz Alta. Jogou, também em Porto Alegre, no Nacional ou Cruzeiro, ou, em ambos.Aqui só ficou um, tão bom quanto, Wilson Codinotti, que, por ser militar, sempre preferiu ficar na terrinha

6 - O BOLO

No Paladino havia um lateral direito – soldado da Brigada Militar - que certo dia resolveu mudar de camiseta, indo estrear no Juventus justamente contra o seu ex-time. No decorrer do jogo houve uma briga entre Charles e Jayme. Formou-se o bolo. No entrevero Jayme foi atingido por um soco do lado direito da face, desferido justamente por seu novo colega de clube..

Assistiu à partida até o fim, no mundo da lua, sem lembrar-se nem de seu resultado. Foi para casa, tomou chimarrão e ao iniciar o banho, por efeito da água, é que acordou totalmente. Já desperto pensou: como deve ser dura a vida de um lutador de boxe! E “conserve sempre as velhas amizades”.


5 . O CARRO DO CARLINHOS

O jogador do Juventus, Carlos Oliveira – Carlinhos – ganhou certa feita, de seu pai Major Santos Oliveira, um carrinho VANGUARD, penso que fosse irmão do automóvel AUSTIN, que, acreditem, existiu, pelo inicio da década de 50.

Embora pequeno para os padrões da época, acomodava apertadamente, sete pessoas, contando o motorista,,quatro atrás e três, na frente,quase o time todo, pois o banco dianteiro também era inteiriço.

Esnobávamos, pois, como pouca gente tinha “auto” na época éramos carregados para treinos de carro, enquanto a maioria fazia o longo trajeto, cidade-campo do pessegueiro, a pé!



4 . RENASCIMENTO

(Prof. Paulo Zenni Araujo-foto abaixo)


Um dos fatos que motivou e renascimento do Juventus, foi a intenção do Dr.Adil Antonio Albrecht, (apaixonado por futebol). Tomou-se conhecimento que a Federação Gaúcha, estava criando um campeonato estadual de juvenis. Conversamos sobre o assunto e ele resolveu levar a idéia para outro amigo. Como professor no Co

légio Dom Bosco, sabia do potencial de uma série de alunos, de muito boa qualidade e, com a idade exigida e, poderíamos a partir daí, fazer

renascer o Juventus. Uma ótima base existia. Conversamos com a direção do colégio que concordou conosco.

O Juventus estava ressurgindo. O Dr. Adil, saiu a campo buscando adeptos, o que não foi difícil. Graças a imagem positiva deixada pelo Juventus do passado, o time amadureceu rapidamente. Usando as dependências do campo do Colégio, fomos formando uma equipe,capaz de disputar, com certa qualidade a competição.A adesã

o acontecia de maneira empolgante. Nosso primeiro teste, foi num jogo-treino contra


o time principal do Paladino. Perdíamos por três a zero no primeiro tempo. Viramos no segundo tempo por quatro a três. Foi o ponta pé inicial para se pensar mais alto. Vários jogos se sucederam. Os resultados eram surpreendentes, graças a dispo

sição e entusiasmo de todos.

UM PASSO À FRENTE.

A empolgação era tanta que se pensou em disputar o Campeonato Estadual de adultos. Havia uma quase unanimidade que era possível. Primeiro passo, procurar os pais dos guris e conseguir autorização, pois era normada Federação, a concordância dos pais. Graças a credibilidade dos diretores junto `comunidade não houve qualquer impedimento. O campeonato iniciou e, num dos primeiro jogos, nos defrontamos em Santa Rosa, com o Aurora de Cerro Largo. Time formado por adultos em sua gra

nde maioria. Perdíamos o jogo por dois a zero, mas com uma atuação muito boa. No segundo tempo, empatamos e viramos o jogo, Um time de adultos, perder para uma gurizada, onde só jogava um atleta com 18 anos, os demais eram menores. Inconformados com a virada do Juventus formou-se um tumulto e, um atleta do Aurora partiu para a agressão. O Adaltro, encarou o agressor e, a confusão ficou estabelecida. Eu Prof. Paulo Araújo, responsável direto pelos guris tive que agir. Lembrei o prof. Ne

y, da cadeira de defesa pessoal da ESEF que sempre nos orientava,: - Se tiveres que enfrentar uma situação tumultuosa, procura manter a calma necessária, sem partir para a precipitação.Pensando assim, tive que agir na defesa da integridade da gurizada. Fui recebido por um agressor. Para sua surpresa, consegui pegar o seu braço e aplicar-lhe um balão. Foi cair no meio do seu grupo, nesta ação, alguns foram atingidos. Na sequencia, consegui dar uma voadora em mais um agressor. Estava acontecendo a intervenção da Brigada e tudo terminou por ai, O jogo terminou por ai.


Curiosidade: Sempre fui tido pelos alunos e atletas como um a pessoa tranqüila, de boa paz, incapaz de qualquer gesto de agressão porem, o momento exigiu de mim um atitude responsável a ponto de me impor esta ação.

Deste gesto, surgiu uma indignação dos alunos e atletas.

Professor, jamais poderíamos pensar que assistíramos do Sr. uma ação desta natureza, participando de briga generalizada com tanta eficiência. Aconteceu.

(Este fato foi escrito pelo Prof. Paulo Zenni Araujo e enviado ao blog por J. Jayme Araujo))


3. NO MUNDO DA LUA

No Paladino havia um lateral direito – soldado da Brigada Militar - que certo dia resolveu mudar de camiseta, indo estrear no Juventus justamente contra o seu ex-time. No decorrer do jogo houve uma briga entre Charles e Jayme. Formou-se o bolo. No entrevero Jayme foi atingido por um soco do lado direito da face, desferido justamente por seu novo colega de clube..

Assistiu à partida até o fim, no mundo da lua, sem lembrar-se nem de seu resultado. Foi para casa, tomou chimarrão e ao iniciar o banho, por efeito da água, é que acordou totalmente. Já desperto pensou: como deve ser dura a vida de um lutador de boxe! E “conserve sempre as velhas amizades”.


2 . OS GOLEIROS ROSA

No Juventude atuaram dois irmãos Rosa, respectivamente Adão e Geraldo.

Dizem os que os viram jogar que sempre tinham atuações destacadas. Teriam herdado as qualidades de goleiro, do pai de ambos. Quando do ultimo encontro de santarosenses em outubro do ano passado, Geraldo, desabafou:

: "Vejam eu não nasci em Santa Rosa, mas, me considero santarosense. Fazem 32 anos que saí de Santa Rosa e já alguns anos estou morando em João Pessoa na Paraíba, diariamente quando vou para internet a primeira atitude é abrir a página do Noroeste para saber "coisas" da minha Santa Rosa para depois ir para outra página de outro jornal."


----------------------------------
1 . Vale recordar o ano de 1957, quando do 6º aniversário do Juventus. Lá se vão 54 anos. O que o Jornal A SERRA publicou na época sobre a festa de aniversário.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Futebol Feminino

Juventus/Ase Futebol Feminino revela jogadoras e volta aos treinos.

O Juventus/Ase Futebol Feminino participou do gauchão 2010 e obteve a 5ª posição na classificação geral entre 15 equipes participantes.

A equipe santarosense destacou-se muito na sua 1ª participação tanto dentro de campo como na organização das rodadas realizadas em Santa Rosa. Teve 3 jogadoras pré-selecionadas para a Seleção Gaucha destacando-se muito a jogadora JAQUELINE PEREZ também revelou jogadoras para a equipe do Quinderman- SC ( Andressa,Cintia e Monica) e a equipe de Jaraguá do Sul (Andressa H. e Júlia)

Esse projeto conta com a parceria do JUVETUS, ASE e a Prefeitura Municipal de Santa Rosa e tem como objetivos neste ano de 2011 proporcionar atividades esportivas tanto no futebol de campo como no futsal para atletas do município e região do Grande Santa Rosa. Serão realizados campeonatos abertos municipais, regionais tanto de futsal como de campo. Os treinamentos são realizados durante toda a semana e as atletas interessadas em participar destes entrar em contato com o professor Marco Antonio Urnau (cel:91920788) ou com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer pelo (tel:3512-5892).

quinta-feira, 3 de março de 2011

Milan

Mau resultado. Juventus empate em casa.

Jogando melhor que o adversário, mas com muitos erros de finalização, o Juventus conseguiu apenas um empate em 1 a 1 na noite de quarta-feira(02/03), no Estádio Carlos Denardin. O Milan veio com o propósito de empatar e desde o inicio armou uma retranca, apenas explorando os contra ataques esporadicamente. Na pressão do Juventus, aos 30minh o ponta Pito foi derrubado na área e o árbitro marca pênalti. Alex Lima (M) recebe o amarelo pela falta. Aldair bate mal, o goleiro Manga agarra firme a bola. Desperdiçada a grande chance de abrir o placar.

No intervalo Gelson Conte faz sua primeira substituição pela lesão de Sergio Luiz, entrando Fábio. Aos 25min., num rápido contra ataque, Roni abre o marcador para o Milan. O Juventus, em casa, não podia tomar outra atitude. Foi a o ataque e desperdiçou várias chances de gol, até que aos 35min, Giliardi cobra falta, a bola é desviada na cabeça do zagueiro do Milan e entra no gol de Manga. Era o empate. A partir de então o Juventus foi pressão total, com várias chances de gols desperdiçadas, terminando mesmo no 1 a 1.

Juventus: Wagner; Caju, João Carlos, Jesum e Jonatas (Giliardi a0s 35 do 2º); Sérgio Luiz (Fábio no intervalo), Batata e Aldair; Pito (Rodrigo aos 10 do 2º) Maicon e Tatto. Técnico Gelson Conte.

Milan: Manga; Vaguinho (Heuber 30 do 2º), Tino, Reinaldo Dutra e Alex Lima (Miralha aos 13 do 2º) Fabrício, Fernando e Renato Maravilha; Bolacha, Rodrigo Lutke (Weslei Melão aos 15 do 2º) e Roni. Técnico Valduino.

Amarelos: 1º tempo: Alex Lima so 30 do 1º, quando derrubou um atacante do Juventus na área, pênalti e recebe amarelo; Jesum aos 33.

2º tempo: Reinaldo Dutra aos 12, Tino aos 13, Vaguinho aos 37 Giliardi aos 36.

Expulsão: Jesum, depois de terminado o jogo por reclamação.

Arbitragem: Márcio Schiavo auxiliado por Gederson Foletto e Cristiano dos Santos todos de Ijuí.

Próximo jogo do Juventus, em casa, contra o União Frederiquense, onde a vitória é o que interessa, caso contrário fica difícil a classificação.