sexta-feira, 5 de março de 2010

JUVENTUS 2010/1

Despedida melancólica.

O Juventus foi a Passo Fundo neste sábado, 03, para enfrentar o EC Passo Fundo, as 16horas no Estádio Vermelhão da Serra.
Bebeto Rosa, técnico do Passo Fundo poupou alguns titulares como o goleiro Luciano, que já há algumas semanas treina e joga com dores lombares, e o zagueiro Valdomiro, que também atuou nas últimas partidas com fortes dores no joelho direito. Além desses, também ficarão de fora Cleber e Leandro Xavier, que cumprem suspensão automática, pois receberam o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Milan. "Vamos conversar com a comissão técnica e com os jogadores para saber quem precisa de um descanso, para que possamos começar a segunda fase com todos 100%", disse Bebeto Rosa. O técnico também confirmou a volta do meia Vainer, emprestado ao Ypiranga de Erechim, para a segunda fase e o reforço de mais um atacante, um meia, e de um jogador com características defensivas.
Já o Juventus sem mais pretensões no campeonato, jogou com um time improvisado e sem motivação. Por isso o resultado elástico de 7 a 0. A maior goleada na história do Juventus.
No primeiro tempo o Passo Fundo, bem superior, construiu sem dificuldades um placar de 5 a 0. A vitória foi encaminhada já no primeiro tempo, com cinco gols: Zé Anderson (2), Ernestina (2) e Adãozinho (1).

No segundo tempo Índio com dois gols completou a goleada.
O Esporte Clube Passo Fundo goleou o Juventus por 7 X 0, na tarde deste sábado, no Vermelhão da Serra. O Passo Fundo concluiu, desta forma, a primeira fase da Segundona 2010. A vitória foi encaminhada já no primeiro tempo, com cinco gols: Zé Anderson (2), Ernestina (2) e Adãozinho (1).
Na etapa final, teve ainda dois gols de Índio para o Passo Fundo.
Com esta derrota o Juventus fecha melancolicamente a sua participação no Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão.

Fonte: Jornal O Nacional de Passo Fundo.

Classificação final em pontos - 1ª fase - grupo 2:

1° Riograndense: 30
2° Panambi: 28
3° Três Passos: 27
4° Passo Fundo: 25
5° Gaúcho: 24
6° Santo Ângelo: 23
7° Milan: 19
8° Juventus: 15
9° Atlético-Ca: 8


-------------------------------------------------------------------

Mais derrota, em casa...novamente.


Jogando um péssimo futebol, sem chances de classificação, o Juventus foi derrotado novamente em casa, desta vez pelo TAC - Três Passos Atlético Clube. No primeiro turnno, confronto foi em Tres Passos e o Juventus venceu por 3 a 0, quando fazia uma grande campanha.

O penúltimo jogo do Juventus, no 2º turnno, Chave 2, aconteceu nesta quarta-feira, 31, no Carlos Denardin, as 19h30min.

O jogo:

1º tempo:

00min - 19h30min - início de jogo.

05min - O Juventus se mantém um pouco melhor no campo com uma leve pressão.

10min - GOOOOL - Numa cobrança de escanteio da esquerda o zagueiro Anderson desvia do goleiro Tom e faz um a zero para o Juventus.

17min - GOOOOL - O TAC vai para cima do Juventus com jogadas rápidas e organizadas. Numa jogada destas o jogador do TAC Marcão invade a área, chuta sem chances para Rafael Henrique: 1 a 1.

20min - O JAC já faz a primeira substituição. O Técnico Jair Galvão sente dificuldades na organização das jogadas do time, faz entrar Lucas no lugar de Ivo.

21min - GOOOOL - Contra ataque rápido do TAC, pelo meio, o lépido centro-avante Fábio Buda penetra na área encobre o goleiro numa bela jogada e faz 2 a 0. Um bonito gol.

23min - O JAC quase empata, a bola é desviada para escanteio.

25min - Cartão amarelo para Anderson por reclamação forte ao árbitro.

28min - O TAC contra ataca com velocidade com Evandro Brito, com chances de ampliar, cruza em vez de chutar, e a jogada se perde. Evandro Brito, com sua experiencia passa a se tornar um dos jogadores destaques da partida e comanda o time do TAC.

30min - O técnico Jair Galvão, da casa mata, grita muito com o time . Chama a atenção na marcação. Os jogadores não respondem a altura. O time não se organiza em campo. O TAC é um time equilibrado, joga certinho, e explora muito bem os contra ataques, os atacantes tem muita velocidade.

45min - O árbitro assinala 2 minutos de acrescimo.

47min - Fim do 1º tempo. Está muito complicado para o Juventus.

2º tempo:

5min - Daltro cria grande jogada individual pela direita, tenta encobrir o goleiro Tom, mas este faz uma defesa magistral e desvia para a linha de fundo.

7min - GOOOOL - Tato puxa contra ataque pela esquerda, em velocidade vence o marcador e cruza. O goleiro Rafael Henrique tenta cortar e solta a bola nos pés do veterano e bom Evandro Brito. 3 a 1 para o TAC.

8min - Entra Clebersom no lugar de Rodrigo. Mais um atacante para tentar diminuir o marcador.

10min - Cartão amarelo para Marcão por falta violenta.

13min - O TAC explora bem os ataques e Evandro Brito e por pouco, muito pouco, o quarto gol acontece.

25min - Cartão amarelo a Almir. Faz falta técnica e reclama do árbitro. É próximo da área.

30min - No TAC, sai Maicon e entra Eudes. O TAC mantém o esquema de jogo proposto.

31min - Nova substituição no TAC sai o zagueiro Miro e entra Daniel.

32min - Sai Marlon e entra o carioca Fábio no Juventus. Mais atacante.

35min - GOOOOL -Eudes amplia para o TAC. O atacante pega a defensiva do Juventus aberta, entra livre na área e desloca o goleiro. Sem chances. 4 a 1. Nova goleada.

36min - Sai o veterano e competente Evandro Brito e entra Bastião. No Juventus sai Rodrigo e entra Fábio.

37min - Clebersom faz uma grande jogada, entra sózinho na área e perde o gol. Cruza a bola, deveria chutar direto, faria o gol.

38min - Por reclamação Andersom do Juventus vai para o chuveiro mais cedo. Não viajará a Passso Fundo para o último compromisso.

41min - GOOOOL - Num bate e rebate na área do TAC, Clebersom desconta para o JAC. 4 a 2.

45min - Mais úm minuto de acréscimo.

46min - Termina o jogo, mais uma derrota em casa, e agora? O último compromisso será sabado as 16 horas em Passo Fundo contra o EC Passo Fundo no Estádio Vermelhão da Serra.

O Juventus perdeu com: Rafael Henrique; Everton, Rafael, Anderson e Wiliam; Rodrigo(Clebersom) , Donovan e Marlon(Fábio); Daltro,Pablo e Ivo (Lucas).

O TAC ganhou com: Tom; Almir, Miro( Daniel), Marcão, Julio Cesar e Maicon (Eudes); Evandro Brito (Bastião), Fabio Buda e Tato. Técnico Jeferson Camara.

Arbitragem de Márcio Coruja auxiliado por Fábio Smaniotto e Jair Maciel Lovay.

------------------------------------------------------------------------------------

MAIS UMA... EM CASA.


O Juventus jogou hoje, 24, no Estádio Carlos Denardin, necessitando de uma vitória para aliviar a situação,.Está em penúltimo lugar, e hoje não estaria classificado. Choveu muito durante a tarde e a noite antes do jogo. Uma garoa fina e vento se mantêm durante o primeiro tempo. Mas o gramado está em condições do jogo, embora esteja liso.

1º etapa:

O jogo inicia às 19h30min, com o Juventus exercendo pressão no campo do Gaúcho. O técnico Jair Galvão, que está com seu 3º jogo no comando e sem vitórias, orienta seus jogadores para atacar, embora zaga mostra ter dificuldades em algumas jogadas. Algumas jogadas trabalhadas surtem efeito, são oito situações de gol, inclusive com bola no poste, aos 13, 20, 30, 31, 33, 35, 37 e 44 minutos, mas não marca.

O Gaúcho teve aos 12 e 20 min duas oportunidades. Portanto o JAC esteve bem melhor no campo.

Jogo disciplinado. Aos 35min, o jogador Anderson recebeu o cartão amarelo por reclamação. Com um minuto de acréscimo, o 1º tempo termina em zero no marcador.

Para o 2º tempo o Juventus precisa melhorar muito se quiser vencer. Para o Gaúcho o resultado é bom.

No intervalo o Técnico Jair Galvão substitui Marlon, que teve maior consistência no primeiro tempo, por Daltro, que faz sua estréia.

2º etapa:

O segundo tempo inicia com chuva. O JAC pressiona e recebe muitas faltas. Logo no inicio Daltro cobra falta perto da área e Souza manda para escanteio.

No gaúcho entra Marcelo e sai Marlon. A equipe juventina se mantém no ataque.e luta muito para abrir o marcador.

Aos 15 min Diego recebe o cartão amarelo por falta.

Com saída de Marlon Dias, o JAC perdeu movimentação e criação no meio do campo.

Conta ataque do Juventus, falta forte e o árbitro não dá cartão amarelo para o jogador Didi do Gaúcho.

A chuva está mais forte. Aos 18min Pablo recebe amarelo por falta em Didi.

O JAC muda aos 17min do 2º. Entra Acauan no lugar de Pablo.

O Juventus tem muita pressa nas jogadas de ataque. O jogo está difícil.

Mais uma substituição no JAC aos 21min. Robertinho. Precisa alguém que trabalhe a bola no meio e articule as jogadas. Sai Ivo.

Na pressão, aos 24, Rodrigo faz uma bela jogada e Souza espalma. O lance mais bonito da partida. È a 2ª oportunidade perdida. Muito pouco para quem precisa ganhar.

O Gaúcho, aos 25, faz mais uma troca. Sai o atacante Diego e entra Patrick.

O empate é importante para o Gaúcho. Desde 7 de março que o Juventus não ganha em casa. A ultima vitória contra o Santo Ângelo. Nos últimos 4 jogos somou apenas um ponto. Contra o Atlético de Carazinho, saco de pancadas.

Aos 28, Acauan deu um chega para lá no adversário e recebe o amarelo. A meia cancha do JAC está perdida. A bola não chega nos atacantes.

O técnico Jair Galvão agita muito e motiva a equipe. Mas, não obtém resultado. A obrigação é de vitória, já são 34 min a equipe tenta e nada do gol.

O Gaúcho, arma esquema de retranca. Está com os onze jogadores na defesa. O resultado do empate favorece.

Aos 37min entra Guinho no Gaúcho e sai Renan. O Gaúcho enfrenta o Passo Fundo, na próxima rodada. Clássico da cidade. O jogo será em Marau. O Juventus folga na rodada.

O fica cada vez mais complicado para o JAC. O empate parece que se arrasta para o resultado final.

Didi, aos 41 recebe o cartão amarelo por falta repetida no atleta do Juventus.

Aos 42 o Juve faz uma boa jogada mas acaba nas mão do bom goleiro Souza. Mesmo com os problemas o JAC merecia a vitória pelas oportunidades criadas. O gramado está molhado e pesado. Muitas paralisações na 2ª etapa.

O pior acontece, aos 45 min o Gaúcho abre o placar com Marcelo. Um belo gol. De longa distancia de perna direita faz um bonito gol. Não faz por merecer. Mas, que não faz leva.

O árbitro dá 3 minutos de acréscimo. Nada mais acontece. Termina: 1 a 0 para o Gaúcho. Nada mais resta ao Juventus senão cumprir o carnê. O Juventus teve 14 oportunidades e não marcou, o Gaúcho aproveitou melhor, com 5 oportunidades e 1 gol. O goleiro Souza foi o nome do jogo, com quatro grandes defesas. Colaborou na definição do resultado favoravel ao Gaúcho.

O Juventus perdeu com Rafael Henrique; Lucas, Rafael, Anderson e Rodrigo; Donovan, Everton e Marlon Dias (Dalto no intervalo) ; Ivo, Pablo (Acauan aos 15min do 2º) e Clebersom.

O Gaúcho ganhou com: Souza; Josué, Didi, Wagner e Baggio; Dudu, Paulinho e Renan (Guinho aos 37 do 2º); Diego (Patrick aos 25 do 2°), Marcelo Bela e Marlon (Marcelo aos 5 min 2º).

Arbitragem de Marcos Sacon auxiliado por João Carlos dos santos e Eduardo Martins Chaves.

--------------------------------------------------------------------------------------


No clássico 'italiano" Juventus perde para o Milan.


Jogando na cidade de Julio de Castilhos, o Juventus precisava da vitória para melhorar sua posição na tabela de classificação da competição. O jogo aconteceu domingo, 21, às 16 horas, no Estádio Miguel Weihrich Filho. Jair Galvão vai para o seu segundo jogo como técnico, com um único objetivo: a vitória.

00min – 16 horas. Inicia o jogo. O Juventus começa bem e vai ao ataque.

04min – Faltou pouco. No contra ataque rápido Pablo bate para fora.

06min – Mais uma investida juventina. Clebersom cruza e Pablo chega atrasado.

12min – Vaguinho recebe cartão amarelo por falta sobre Anderson. Marlon bate e a bola vai para escanteio.

13min – Toque de mão de Douglas perto da área. Marlon cobra, Manga faz milagre, novo escanteio.

15min – O Juventus domina o jogo. Está melhor postado em campo.

18min – GOOOOL. Quem não faz leva. Cobrança de falta da direita, bola alçada na área, o goleiro Thales, sai mal, perde o tempo da bola e Alexandre abre o placar. O Milan achou o gol, pois era amplamente dominado.

20min – O jogo ficou mais equilibrado. Com o gol o Milan ficou mais tranqüilo em campo.

25min – Pablo vira dentro da área, o grandalhão Manga segura nos pés de Marlon. Aliás, está se tornando o nome do jogo, pelas belas defesas.

28min – Diferença entre os goleiros. Thales falhou no gol do Milan e Manga pega tudo.

33min - Marlon vai ao ataque e sofre falta ao lado da área. Na cobrança a bola toca na barreira. Escanteio.

34min – Manga salva novamente o Milan. O JAC embora perdendo continua melhor no jogo e ataca mais.

41min – Daia cabeceia para traz e cede escanteio. Na cobrança a bola é rebatida e o árbitro marca jogo perigoso próximo da área para o Juventus. Anderson chuta para a linha de fundo.

43min – Nova falta. Marlon bate mas a zaga tira. O Juve continua atacando mas não marca.

45min – Novo ataque juventino. A bola vai para a linha de fundo chutada por Everton. É a 5ª situação de gol. O Milan teve uma e marcou. Um minuto de acréscimo.

46min – Cartão amarelo para Airton do Milan e Everton do Juventus.

2º tempo:

00min – O Juventus precisa demais da vitória.

05min – Sai o lateral Wiliam e entra Roberto.

06min – O Milan melhora no 2º tempo e parte para o ataque.

08min – Marlon arma um carnaval na área castilhense e faz falta.

10min – O Juventus volta a pessionar, o Milan se defende.

12min – Já são cinco escanteios para o Juve e apenas um para o Milan.

14min – Vaguinho faz grande jogada pela direita é derrubado por Rafael que recebe o cartão amarelo.

15min – Renato bate falta, a defesa da o rebote. O zagueiro Fabrício quase marca, mas estava impedido.

16min – Ivo tenta o gol, mas a bola vai para a linha de fundo.

17min – No Juventus entra Acauan no lugar de Marlon e no Milan Dioser no lugar de Daia. O Milan quer segurar o resultado.

20min – Cruzamento de Alexandre, Thales tapeia para linha de fundo. Na cobrança o zagueiro Rafael alivia.

22min – Everton bate forte, bela defesa de Manga.

23min – Falta para o JAC na entrada da área do Milan. Roberto bate na barreira e Douglas afasta.

25min – Por falta, Tito recebe o cartão amarelo.

26min – Donovan bate de fora da área mas vai para fora.

27min – Guilherme e Japa entram no lugar de Alexandre e Airton. No Juve Maikel no lugar de Pablo.

31min – GOOOOL do Juventus. Cruzamento da direita, com o pé direito Acauan desvia do goleiro Manga que fica sem reação.

32min – Danda chuta de longe a bola vai para escanteio. Na cobrança Thales segura firme.

35min – A bola bate no braço de Fabrício o Juventus reclama pênalti, o arbitro manda seguir.

38min – Agora é o Milan que pressiona, no abafa.

40min – Clebersom passa por três e recebe falta. Maikel cobra e bate na barreira. Escanteio.

41min – Everton chuta pela linha de fundo.

44min - O árbitro determina 4 minutos de acréscimo.

46min – GOOOOL – Contra ataque do Milan. Bola alçada na área, Japa desempata.

49min – Japa parte para cima da zaga do Juventus e dentro da área recebe um rapa do Ivo. Pênalti para o Milan.

50min – GOOOOL – Renato bate e converte. É o terceiro gol do Milan. Nova derrota do Juventus.

Para ganhar do Juventus o técnico Valduíno escalou: Manga; Vaguinho, Fabrício, Daia e Danda (Dioser): Tito, Felipe e Douglas; Alexandre (Guilherme) , Renato e Airton (Japa).

O Juventus do técnico Jair Galvão perdeu com: Thales; Everton, Tiago, Rafael e Wiliam (Roberto); Anderson, Donovan e Marlon (Acauan) ; Clebersom, Pablo (Pablo) e Ivo.

Arbitragem de Diego Almeida Leal auxiliado por Luis Flor e Diego Henig.

Leia Mais...
--------------------------------------------------------------------------

Juventus novamente derrotado. Agora em Santa Maria.

Equipe do Juventus que atuou em Santa Maria.
Foto de Hilberto Prochnow Filho.


O Juventus voltou a perder na Segundona. Desta vez em Santa Maria no Estádio dos Eucaliptos para o Riograndense. Goleda de 5 a 0 nesta quarta-feira,17, às 16 horas.

Aos 2 min, o Riograndense quase marcou. Flávio cruzou da direita e Vandré arrematou. O goleiro Thales fez uma grande defesa, mandando a bola para escanteio. A partir daí, o jogo tornou-se difícil para o Riograndense, que não conseguia trocar passes, jogar pelas laterais e nem avançar para o ataque.

Aos 24 minutos o zagueiro Rodrigo do Juventus põe a mão na bola e leva o segundo e é expulso.

Aos 30min Juninho marca o primeiro gol do jogo. E é do Riograndense.

Com a expiulsão a defesa do Juventus se abre começa a levar gols. Tarde inspirada do atacante Juninho.

O mesmo Juninho fez o segundo aos 39, aproveitando uma falha do zagueiro do Juventus. O atacante chutou e a bola foi mansamente na direção do gol. Ela bateu no pé da trave esquerda e entrou: 2 a 0.

Aos 44, Juninho recebeu livre pelo lado direito de ataque. Ele fez um cruzamento para Alfinete, que estava na área, mas o volante do Juventus, Anderson, chutou para o próprio gol: 3 a 0. Na súmula, gol anotado para Juninho.

Nos acréscimos, aos 46, Dênis recebeu um lançamento e a zaga do Juventus parou, alegando impedimento. O lance seguiu e Dênis entrou livre na área e fez o quarto gol do Riograndense.

O time do Juventus sofreu quatro gols nos 15 minutos finais do primeiro tempo.

No 2º tempo:

Na etapa final, o Riograndense administrou a partida, tendo mais posse de bola e não deixando o adversário chegar com perigo ao gol.

Aos 24 min, Alfinete foi derrubado na área, mas o árbitro nada marcou.

O quinto gol saiu aos 36 min, quando Dênis foi lançado pela direita de ataque, fez um cruzamento preciso para André Tereza cabecear no lado esquerdo do gol de Thales: 5 a 0.

O time do técnico Rodrigo Bandeira ganhou com: Jair; Flávio, Morelli, Éverton e João Rodolfo; Rangel, Gudi, Dênis e Vandré; Juninho e Alfinete.

O Juventus do técnico estreante Jair Galvão, foi derrotado com: Thales; Lucas, Tiago, Rodrigo e Willian; Anderson, Donovan, Maikel e Esmarlei; Roberto e Pablo.

Modificações no o 2º tempo: duas no Juventus: Rafael Johan por Roberto e Fábio Carioca por Maikel.

Mais modificações nas equipes: o atacante Zezinho, de 17 anos, e o zagueiro Paulão entraram no Riograndense por Vandré e Morelli. E no Juventus ainda entrou Jonas por Pablo.

Arbitragem: João Carlos dos Santos.




Fonte: Hilberto Prochnow Filho

Próximo jogo do Juventus é em Julio de Castilhos no domingo. O adversário será o Milan.

____________________________________________________

Juventus perde em casa. Classificação pode complicar.


Neste sábado, 13, às 19 horas, no Estádio Carlos Denardin, o Juventus amargou mais uma derrota. Iniciou muito bem, jogando bem , abrindo placar, embora terminando o primeiro tempo com 10 jogadores em campo. Com um as menos, prejudicado pela expulsão de Clebersom no final da primeira etapa, num jogo muito complicado, com muitas reclamações contra a arbitragem, perdeu para o Panambi por 2 a 1.

O jogo:

00 min – 19h, inicia o jogo. O Juventus precisa ganhar, em casa, para melhorar na tabela de classificação. O Panambi, até o momento e líder da chave e quer manter-se. Ao iniciar o jogo, de posse da bola, vai ao ataque e consegue escanteio, mais nada acontece.

10min – Lucas, lateral do JAC faz falta ao segurar adversário. Cartão amarelo.

12min – Juventus vai ao ataque pois necessita demais da vitória. O Panambi demonstra ser uma equipe com um bom esquema de jogo. O jogo é bom, bem disputado, de boa qualidade.

15min – Amaral segura Esmarlei e recebe o cartão amarelo. Posterior, Lucas cobra falta direto para as mãos do goleiro Vagner.

17min – Bela jogada de Maikel, que se livra do marcador, chuta raspando o travessão, faltou pouco….

18min – Marcelo chuta, abre o placar mas o árbitro marca impedimento e anula o gol.

21min – Escanteio para o Juventus. Wiliam bate da direita, houve desvio e mais um escanteio. Nova cobrança da direita, nada acontece.

22min –O jogo para por 1 min para atendimento de atleta do Panambi.

24min – Boa falta para o Juventus na direita, na linha lateral da área. Lucas cobra bem, no ângulo, mas o goleiro desvia.

26min - Belo ataque do Juve, numa boa triangulação mas a bola acaba nas mãos de Vagner.

27 min – Substituição no Panambi. Lesionado sai Fabiano Veiga e entra Fabio.

30 min – O jogo é bom, o JAC está bem no jogo.

32 min – Maikel ataca pela ponta direita e recebe falta. Ele mesmo cruza e Marlon faz um golaço de cabeça: 1 a 0.

37min - Amarelo para Marlon por reclamação.

38 min –João Carlos recebe amarelo por reclamação.

40min – Clebersom é expulso por revidar o adversário. Pena, o JAC jogava muito bem, até então.

45min – O árbitro dá cinco de acréscimos.

46min - Belo ataque do Juve, Maikel é derrubado por Serginho, que recebe o cartão amarelo.

48min - Fim do primeiro tempo.

2º tempo:

00min – No Juventus entra Ivo, no lugar de Maikel e no Panambi, Cristiano no Lugar de Serginho.

10min - Juventus mesmo com 10 jogadores é melhor em campo e Marlon se torna o nome do jogo no momento, puxando os contra ataques e preocupando a dupla de zaga do Panambi.

13min – Cartão amarelo para Cristiano que faz falta em Wiliam.

16min - Cristiano empata o jogo numa bola alçada na área, a zaga juventina falha e acontece o gol de empate. Davi ainda toca na bola mas já havia ultrapassado a linha do gol.

18min - O Ju recua demais e o Panambi, um time experiente, aproveita e vai para o ataque. Pressiona.

21min - Panambi toca bem a bola e continua pressionando. O jogo fica complicado para o Juve.

22min - Marlon recebe falta. Cobrança de Lucas, a zaga corta. No Panambi sai Davi e entra Cássio.

28min – Cássio comete falta e recebe cartão amarelo. Juve troca: Pablo no lugar de Marcelo. Marlon é recuado para o meio campo. Perde o ataque.

30min - Cobrança de escanteio na direita, Wiliam cruza de perna esquerda, o goleiro segura, Mesmo com 10 o Juve tenta reagir em busca do 2º gol.

31min - O Panambi quase desempata num cruzamento,a bola bate no travessão.

35min - Falta perigosa , na risca da área. Wiliam cobra e quase faz o segundo. Passou muito perto do gol.

37min - Contra ataque do JAC. Ismarlei recebe falta. É frontal, Wiliam bate na barreira e despediça.

43min - Cartão amarelo para Tiago, por falta. O Panambi cobra e no rebote do goleiro Rafael, Alexandre desempata. Gol do Panambi. Que pena.

45min - O árbitro dá 3 minutos de acréscimo. Cartão amarelo para Ivo. O auxiliar Fernando chama o árbitro, que expulsa do banco o reserva Acauan, o treinador e o preparador físico do Juve. O jogo fica complicado demais. Tumultuado. Muita reclamação do Juventus com a arbitragem.

48min – Mais três de acréscimo por conta desta paralisação. O jogo é muito confuso e tenso. Há muita reclamação.

51min - Fim de jogo. Que pena. O Juventus perde em casa. Começou muito bem. Com a expulsão de Clebersom complicou-se. O Panambi é um time muito experiente e toca muito bem a bola. Mesmo assim, da maneira que o Juve jogava, não houvesse os acontecimentos negativos, certamente teria terminado o jogo com uma vitória. Com este resultado se complica na tabela.

Juventus: Rafael, Lucas, Tiago, Rodrigo e Wiliam: Donovan, Ismarlei e Maikel (Ivo): Clebersom, Marlon e Marcelo (Pablo).

Panambi; Vagner: Davi, Jesum, João Carlos e Serginho (Cristiano): Alesson, Amaral e Alexandre: Esquerdinha, Fabiano Veiga (Fabio) e Restinga. Técnico: Gelson Conte.

Arbitragem de Adriano Sajonc, auxiliado por Fernando Ribeiro Horbach e Max Augusto Guimarães Vione. Aliás, muito contestada pelos atletas e dirigentes do Juventus.

Na próxima rodada, quarta-feira a tarde,o Juventus joga em Santa Maria, no Estadio dos Eucaliptos, contra o Riogarndense.

--------------------------------------------------------------------------

Juventus empata em Carazinho


Jogando pela 2ª rodada do returno, o Juventus empatou com o galo carazinhense, ontem, quarta-feira,10, as 19 horas, no Estádio Paulo Coutinho. O Juventus começou o jogo em busca da vitória para melhorar na tabela. Embora, com volume maior de jogo no primeiro tempo, o Atlético abriu o marcador aos 42 min do 1º tempo, num lance rápido de contra ataque pelo lado direito. No segundo tempo o Juventus pressionou o jogo todo, perdeu muitos gols. O Atlético jogou retrancado, apenas tentando os contra ataques. Mas, os 5 minutos de acréscimos dados pelo árbitro no final do jogo foram derradeiros para amenizar a situação. Aos 49min, Sandro Gaúcho faz falta no lado direito de ataque do Juventus. Na cobrança de falta de Wiliam, Pablo, que a pouco havia entrado, manda para as redes empatando.

O Atlético com: Simas; Eder, Marcelo (Duda aos 10min 2º) Juninho e Fabiano; Ninho (Alan aos 23min 2º) Carlos e Dapper; Balaio, João Paulo e Buiú (Sandro Gaúcho aos 35min 2º). Técnico: Candinho.

O Juventus formou com Rafael; Lucas, Tiago, Rodrigo e Wiliam; Donovan, Ismarlei e Maikel; Cleberson, Marlon (Roberto aos 40min do 2º) e Marcelo (Pablo). Técnico: Marcelo Baron.

Arbitragem de Marcos Sacon. Amarelos para Marcelo do Juventus aos 15min do 2º, Marcelo do Atlético aos 35min do 2º. O Atlético reclamou muito da arbitragem no final do jogo. O Juventus que confiava na vitória, conseguiu somar um ponto na tabela. O Atlético somou o seu segundo ponto na competição.

Próximo jogo: no Carlos Denardin, às 19 horas, contra a SER Panambi.

---------------------------------------------------------------------------------

Na revanche do clássico regional deu Juventus


Numa tarde de temperatura alta, o Juventus vence a SER Santo Ângelo no Carlos Denardin, no inicio do 2º turno. Vitória faz subir algumas posições na tabela.

O jogo aconteceu na tarde deste domingo, 7 de março, as 16 horas, em que a equipe santa-rosense começava o jogo com dois reforços, mas no banco. Everton que veio do Joaçaba-SC. e Fábio do Araxá-MG.

O jogo:

0min – são 17 horas e inicia o jogo. O juventus precisa ganhar se não complica e a SER Santo Ângelo quer manter a posição na tabela.

05min – O jogo é lá e cá. O Juventus um pouco melhor postado no gramado. Tiago leva cartão amarelo por jogada desleal.

06min – Josias leva o primeiro amarelo do jogo há um minuto por falta violenta.

15min – Embora jogando melhor o Juventus leva o primeiro gol da partida. Num lance em que foi mais rápido que a defesa, Diego bate para o fundo das redes de Rafael.

18min – Empate. Gol contra.Wiliam Bones, cobra falta da direita, alçando a bola para a área. O zagueiro Carlão, de cabeça, manda para seu próprio gol.

22min – Wiliam do Santo Ângelo derruba Cleberson dentro da área. O árbitro bem postado marca pênalti. Wiliam do Santo Ângelo leva o amarelo pela falta. O garoto Lucas é destacado para cobrar e bate no canto esquerdo de Sérgio passando a frente no marcador.

23min – Parada. O árbitro para o jogo para os atletas beberem água. O calor é muito forte.

40min – Sais Josias no Santo Ângelo e entra o uruguaio Guilhermo Lopez e a equipe missioneira tenta atacar mais pelo lado esquerdo.

45min – O juiz Felipe Lermen dá 3 min de acréscimos.

48min – Nada mais acontece e termina o primeiro tempo, que foi um jogo muito disputado com ambas as equipes procurando fazer gol.

2º tempo:

0min – No intervalo o técnico missioneiro faz mais uma modificação. Tira o ponta esquerda Maico e faz entrar Diego Mader, para pressionar o Juventus.

10min – O Juventus substitui. Sai Maikel e entra o estreante Fábio.

13min- Falta feia do zagueiro Carlão. Cartão amarelo para ele.

15min – Faz muito calor, cai o rendimento das duas equipes. No Juventus entra Everton e sai Marcelo.

18min – O segundo cartão amarelo do Juventus. É para o ponta esquerda Marcelo.

23min – Como aconteceu no 1º tempo, o árbitro paralisa o jogo para os jogadores beberem água.

24min – Everton que recém havia entrado numa falta desleal leva cartão amarelo.

28min - Mais um cartão amarelo. É para Donovan do Juventus.

30min – Novamente mexe o Santo Ângelo. Altiéri entra no lugar de Natan. Pressiona mas o empate não sai. O Juventus se defende como pode.

31min – Everton comete novamente falta desleal e é expulso, prejudicando o Juventus.

32min – Segunda alteração juventina. Para reforçar entra Ivo no lugar do estreante Fábio.

38min – Wiliam Bones recebe cartão amarelo.

45min – Mais 4 minutos de acréscimo.

46min – No contra ataque faltou pouco para o terceiro gol do Juventus.

48min – Por jogada violenta Wilam do Santo Ângelo recebe o cartão vermelho e deixa o campo.

49min – Termina o jogo. Bela vitória do Juventus. A torcida aplaude e sai satisfeita com o resultado.

Juventus: Rafael: Lucas, Tiago, Rodrigo e Wilam Bones; Donovan, Ismarlei e Maikel (Fábio depois Ivo) ; Cleberson. Marlon e Marcelo (Everton) . Técnico Marcelo Baron.

Santo Ângelo: Sérgio: João Pedro Miranda, Carlão e Josias (Guilhermo Lopez): Cristian Lucas, Wiliam e Nathan (Altieri): Diego, Rone e Maicon ( Diego Marder). Técnico Fabiano Daitx.

Arbitragem: felipe Boeno Lermen auxiliado por Paulo Joel Leindecker Paixão Júnior e Yuri Macuglia Oberto.

O próximo jogo do Juventus será na quarta-feira em Carazinho, contra o Atlético no Estádio Paulo Coutinho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário