sábado, 21 de julho de 2012

Histórias do Futsal


LITSA CAMPEÃ DO  SESC EM 1966

Geová Muller

A administração regional do Serviço Social do Comércio  promoveu no ano de 1966 um campeonato estadual de futebol de salão com a participação dos associados ao SESC, podendo participar qualquer empresa instalada no Rio Grande do Sul.

A disputa foi organizada em três etapas, sendo a primeira constituída pela disputa entre empresas da mesma cidade. A segunda fase foi o encontro de cada campeão local, dentro da mesma região. A fase final foram os jogos entre os campeões de cada região.

O Estado foi dividido em quatro grandes regiões, a primeira com sede em Porto Alegre e abrangendo as cidades da região metropolitana, sendo a segunda em Rio Grande e atingindo todos os núcleos urbanos da região sul, a terceira centralizada em Cachoeira do Sul e reunindo cidades da região central e, finalmente, quarta região com sede em Santa Rosa e com abrangência para toda a região noroeste.

Os jogos locais em Santa Rosa indicaram como campeão o time das Casas Pernambucanas, cuja razão social era na época Irmãos Lundgren Tecidos Sociedade Anônima – LITSA.  Esse mesmo quinteto também foi o campeão regional e habilitou-se a disputar a fase final, em Bagé, na primeira quinzena do mês de setembro. Os demais campeões regionais foram: Figueiras, da região de Porto Alegre; Ipiranga, da região de Rio Grande  e  Figueiras, da região de Cachoeira do Sul.

A participação do time de Santa Rosa  nos jogos finais foi muito fraca, não conseguindo nenhuma vitória e acabou em quarto lugar, porém mesmo assim não se pode negar certo destaque se considerarmos que na primeira etapa mais de 100 times participaram do campeonato. O time foi patrocinado pelas Casas Pernambucanas, empresa fundada em 1908 pelo imigrante sueco Herman Theodor Lundgren que nesse ano adquiriu em Pernambuco a Companhia de Tecidos Paulista.

A equipe do LITSA de Santa Rosa tinha a seguinte formação: Pão de Milho (goleiro), Rigo (zagueiro), Clóvis  (lateral direito), Mineirinho (lateral esquerdo) e Pedrolo  (atacante).

O campeão estadual foi o Ipiranga, de Rio Grande, clube patrocinado financeiramente pela Refinaria Ipiranga S.A., que, graças a esses recursos, tinha boa estrutura e possuía um quinteto quase imbatível, tanto é verdade que no campeonato estadual promovido pela Federação Gaúcha de Futebol de Salão sempre obtinha boa colocação, chegando a ser vice-campeão nos anos de 1980 e  1981.

           
           
Delegação  do  LITSA  de  Santa  Rosa - em Bagé - 1966
Em pé:  Carle Klein  (gerente Casas Pernambucanas), Milho Verde (Goleiro), Érico Rigo  (zagueiro), Virgílio  Decas (auxiliar), José Medouro  (técnico); 
Agachados:  Clóvis Klein  (lateral direito), Mineirinho  (lateral esquerdo) e Pedrolo  (atacante).

Nenhum comentário:

Postar um comentário