segunda-feira, 10 de julho de 2017

Futebol Amador

SOCIEDADE ESPORTIVA CRUZEIRO

Bairro Sulina




Nascido em 21 de abril de 1976, por um grupo de desportistas descontentes que saíram do Juventude. A reunião de fundação ocorreu na residência de Arlindo Schallenberger, onde tudo ficou definido para a criação do novo clube.

Como eram poucas as pessoas no inicio, começou a jogar com apenas uma formação, tendo como local dos jogos, o campo do Colégio Salesiano Dom Bosco. Quando, de uma segunda formação, tomou-se uma amplitude maior, agora então com jogos pela região noroeste do estado. Mais tarde, surgiram as formações dos quadros de veteranos e mirins. O primeiro jogo foi disputado na localidade de Ponte Santo Cristo.

Sem sede ainda, as reuniões eram realizadas nas casas dos próprios jogadores. A primeira sede foi uma casa alugada  de propriedade de Otto Zerbin, pai de Arlindo Zerbin, advogado e presidente do Cruzeiro por 16 anos seguidos.




Na nova sede, todas as sextas feiras, eram realizados bingos, como forma de manter o clube em ação e arrecadar dinheiro para se manter e construir a futura sede própria.

O primeiro campo utilizado pelo Cruzeiro para a disputa de seus jogos situava-se na estrada que liga Santa Rosa a Guarani das Missões, a um distancia aproximada de seis quilômetros da cidade em terras de propriedade da família Raiter. Mais tarde o Cruzeiro adquiriu um terreno, onde está a sede atual, localizada no Bairro Sulina. A nova sede foi pago a custo de muitas promoções sociais, com a colaboração de muitas pessoas amigas ligadas ao clube, além é claro, dos atletas e dirigentes e familiares.


Estádio do Cruzeiro do Bairro Sulina


Para a construção do estádio, a comunidade do bairro em que o clube está inserido, ajudava de várias formas. O saudoso desportista Luiz Alberto Aurélio, foi um grande batalhador, assim como Luiz Fernando Dresch, que foi vice-presidente durante os 16 anos de mandato do advogado Arlindo Zerbin.     

Um fato importante e que deve ser registrado, foi quando o Cruzeiro rifou seu próprio terreno para arrecadar fundos para construir sua sede. O fato teve tanta repercussão que o  clube arrecadou cinco vezes mais que o valor do terreno, o suficiente para iniciar a obra da sede e estádio.

Campo e estrutura de vestiários, copa e instalações para promoções sociais. 

O Cruzeiro é um modelo de clube, que de forma solidária,  nasceu, cresceu, construiu sua sede e seu estádio e se manteve vivo, pela força  pelos moradores do seu bairro.

O clube se orgulha de ter tido em seu plantel o atleta Argélico Fucks, conhecido no mundo do futebol por Argel, que atuou em vários clubes brasileiros e no exterior e hoje é treinador de futebol com atividade  em vários clubes do Brasil.

O Cruzeiro não só jogou amistosamente pela região, mas também disputou campeonatos municipais de Santa Rosa. Assim, logrou êxito em 1994/1995 como campeão municipal na categoria veterano; em 1996, campeão municipal na categoria mirim e no ano 2000, campeão municipal na categoria aspirante.                         




                                                      
Na categoria principal, chegou a final de duas competições organizadas no município. A primeira em  2004. Como no ano  não houve disputa do Campeonato Municipal, outra competição, não oficial,  foi organizada, denominada Campeonato da Amizade, que teve como jogo final Cruzeiro e Santos da Vila Santos. O Cruzeiro não foi feliz e acabou como vice-campeão. Em 1998, novamente o Cruzeiro chega a uma disputa final, agora, conta o Ferroviário. Novamente não logrou êxito ficando novamente com vice campeonato.
A bela estrutura da sede e estádio do clube, está  localizada entre o bairro Sulina e o centro da cidade, próxima  ao rio Pessegueirinho.   Embora, não participando de jogos oficiais pelo municipal, cede seu estádio para outras agremiações  lá realizarem seus jogos pelo campeonato. 


 Fonte: Sulina - Olhares que fazem história de Débora Rodrigues.
Fotos  do estádio créditos de Fernando Kronbauer
Fotos dos times créditos de Renato Scheffer

Nenhum comentário:

Postar um comentário