sábado, 15 de outubro de 2011

ASTROS DA TERRA


MARCELO BARON POLANZICK


Jogou em dois times em Santa Rosa: o Colégio Santa Rosa de Lima (Liminha), Colégio D.Bosco e no Flamengo da Linha 7 de Setembro, em Guarani das Missões.

Atendendo um convite de Colovini, que havia jogado no Internacional, fez testes com 15 anos, sendo aprovado e ficou morando no próprio Clube. Quem o aprovou no teste foi Abílio dos Reis.

Jogou 3 anos no amador e l ano no profissional. Três ou 4 jogos em 1993, ano ruim.

Emprestado paras a Chapecoense, depois para o Santa Cruz de Santa Cruz. Emprestado pelo Internacional para um clube do Japão por 1 ano. Voltou para o Japão, onde ficou de 1998 a 2006.

Perguntado se há diferenças da preparação feita no Brasil disse:

- Treinamento em turno único por duas horas e meia a três horas. Não havia coletivos.

Exercitavam posse de bola em campo reduzido, com jogadas ensaiadas.

Voltou à sua terra, Santa Rosa, onde é coordenador da categoria de base do Juventus. Em 2010 foi treinador do time principal.

Tem um restaurante o Rockets Café Bar, defronte ao Parcão (Praça 10 de Agosto), na Rua Julio Rauber, nº 11.

Sua esposa chama-se Caroline e as filhas Valentina e Victoria. Marcelo Baron Polanzick, nasceu em 19 de janeiro de l974. Filho de Daniel Oscar Polanzik e Norma Baron Polanzick; Tem como hobbyes caça e pesca.

Lembranças boas os títulos que conquistou quando era amador no Inter, como o Campeonato de Santiago-RS, Taça Romeu Goulart Jacques e o Campeonato Gaúcho de Juniores, bem como o de Campeão Juvenil.

No Japão, foi Campeão da Copa do Imperador.

No Maranhão, no Sampaio Correa foi campeão da serie C e campeão Maranhense.

Foram seus companheiros na base do Internacional: Argel, Anderson, Caíco, Celso Vieira, Lico, Eder e Dirceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário