domingo, 26 de junho de 2011

Em jogo tumultuado arbitragem erra e Juventus perde em Santa Cruz.

Na tarde deste domingo o Juventus foi a Santa Cruz do Sul enfrentar o Avenida, e acabo perdendo por 2 a 1, arbitragem foi muito mal prejudicando a equipe de Santa Rosa.

O JOGO
1° TEMPO
O jogo começou em ritmo lento, com os jogadores reclamando bastante do frio. Até os 10 minutos, pouca movimentação e muita troca de bola na meia-cancha. Depois disso, os dois times trataram de aquecer um pouco o jogo.

Aos 11, Éder Machado teve boa chance, após cruzamento de Alexandre. O Louco cabeceou pra fora. Em seguida, aos 14, Alexandre cruzou escanteio fechado e a bola passou por todo mundo. O goleiro Wilson saiu de maneira muito estranha da meta. Em resposta, Maicon arriscou de fora da área obrigando Feijão a fazer grande defesa.

Depois dos minutos de lucidez, mais perde e ganha na meia-cancha. O jogo até tinha velocidade nos passes, mas as equipes simplesmente não finalizavam. Minutos de jogo modorrento nos Eucaliptos.

A partir dos 30, o Avenida voltou a crescer e encerrou bem a primeira etapa. Aos 37, houve inclusive o lance de maior perigo na partida. Alexandre cobrou falta da entrada da área e Wagner se esticou todo pra defender. Éder Machado teve também boa uma chance aos 42, mas o goleiro do time de Santa Rosa pegou. Aos 44, Gabriel arriscou de fora da área e obrigou Feijão a fazer grande defesa. Ainda nos minutos finais da primeira etapa, Alexandre arriscou da intermediária e a bola quase entrou.


2° TEMPO
Logo no início da segunda etapa, Beto Campos mexeu no time e no jogo. O técnico aliviverde colocou Rafael Reffati na vaga de Fábio Pinho e Teda no lugar de Fininho. Com a troca, Amado passou a jogar mais recuado, como um meia direita das antigas. Pela esquerda, Alexandre ficou mais aberto, fechando e buscando o jogo na meia. Éder Machado e Reffati fazem a frente, mas Éder também passou a buscar o jogo.

A partir daí, blitz do Avenida. Aos 10, após cruzamento da esquerda na área, Márcio Nunes deu de puxeta na outra extremidade e a bola achou Reffati livre na cara de Wagne. A bola passou à direita. Em seguida, aos 14, Reffati teve outra boa chance na área, mas desperiçou. Todo no ataque, o gol alviverde era questão de tempo.

E aos 20, o gol saiu. Alexandre cruzou na medida para Éder Machado fulminar Wagner. A euforia da vitória, porém, duraria apenas 9 minutos.

JOGADOR QUEBRA A PERNA E JUVENTUS EMPATA

Aos 27 minutos, o volante do Juventus, Airton foi dividir uma lance com Bocha e chutou a canela do jogador alviverde sofrendo uma fratura exposta na perna direita. Bocha explicou assim o lance: "O Airton foi dividir comigo e chutou minha canela... Tá louco...". O fato deu um gás incrível no time de Santa Rosa, que precisou de apenas dois minutos para empatar. Aos 29, Fábio - que entrou na vaga de Airton - cruzou com precisão para Gabriel igualar o marcador.

Airton gritava de dor na saída dos Eucaliptos

Crédito: Ag. Assmann/ Rodrigo Assmann

AVENIDA VENCE NOS ACRÉSCIMOS
A partir daí o jogo ficou todo para o Juventus. O time teve três chances de marcar e obrigou Rodrigo Feijão a operar três milagres, em defesas cara a cara com os marcadores.

E quando tudo parecia perdido, Alexandre cruzou na área, Éder Machado tentou duas vezes, mas a bola sobrou na confusão para Márcio Nunes colocar pra dentro e dar a vitória ao Avenida, mais uma vez nos acréscimos.

Agora o Juventus precisa vencer as 3 partidas restantes, sendo 2 em sequencia no Carlos Denardin, posívelmente sábado contra o Avenida e na sequencia quata-feira contra o Brasil-FA, e depois na ultima rodada enfrenta o Cerâmica em Gravataí.

Fonte: www.gaz.com.br Redação Portal Gaz


NOROESTENOTICIAS.COM.BR

FICHA TÉCNICA
AVENIDA 2X1 JUVENTUS


Avenida: Rodrigo Feijão; Fininho (Teda no intervalo), Anderson Bill, Márcio Nunes e Marciel; Bocha, Alex Amado e Eder Lazzari(Japa aos 45 do 2º); Eder Machado, Alexandre e Fábio Pinho(Rafael Refatti no intervalo). Técnico: Beto Campos.
Juventus: Vagner; Caju(Rodrigo aos 22 do 2º), Jésum, João Carlos e Jonata; Sérgio Luis, Airton (Cristiano Japa aos 29 do 2º) e Gabriel; Giliardi, Maicon e Douglas(Tatto aos 10 do 2º).

Arbitragem, muito contestata pelo Juventus, foi de Anderson Daronco, auxiliado por Carlos Selbach e Marcelo Oliveira e Silva e como árbitro reserva Anderson da Silva Farias.
Cartões amarelo: Caju aos 30 do 1°, Jonata aos 8 e João Carlos aos 45 do 2º tempo.(J). Fininho aos 43 do 1º (A).
Gols: Eder Machado aos 20, Gabriel aos 29 e Márcio Nunes aos 46 do 2º tempo.


Airton sofre frauta exposta e o árbitro nada marca

Além do gol marcado por Márcio Nunes aos 47 minutos do segundo tempo, a partida entre Avenida e Juventus, que aconteceu neste domingo, 26, no Estádio dos Eucaliptos, foi marcada por uma lesão grave do jogador Airton Moreira, 27 anos, do time de Santa Rosa. Aos 27 minutos da segunda etapa, o lateral-direito foi dividir um lance com o volante alviverde Bocha e sofreu uma fratura exposta na perna direita.

A ambulância imediatamente entrou no gramado e a equipe médica da viatura, juntamente com os departamentos médicos dos dois times, prestaram os primeiros socorros à Airton, que gritava de dor.

O atleta foi encaminhado ao pronto-atendimento do Hospital Santa Cruz (HSC) e, segundo as primeira informações do hospital, passa por avaliação traumatológica neste momento, para saber se vai necessitar de intervenção cirúrgica no ferimento.

Airton Moreira gritava de dor, e foi encaminhado ao HSC e pode passar por intervenção cirúrgica

BOCHA FALA SOBRE O LANCE

No momento em que Airton era retirado de campo, Bocha disse à Rádio Gazeta AM que o lance foi um acidente. "Ele veio dividir a bola comigo e chutou minha canela... Tá louco...". Segundo o repórter Adriano Júnior, que trabalhou na partida, o jogador do Avenida ficou claramente emocionado, com lágrimas nos olhos, por ter participado do lance.

A comissão técnica do Juventus pressionou o árbitro Anderson Daronco para que desse vermelho à Bocha, alegando que a jogada teria sido um lance intencional do atleta, mas o árbitro nada marcou.

Depois da partida, o jogador se defendeu das acusações do time de Santa Rosa. "Fico muito triste por ele, mas não agredi. É só perguntarem pra ele. Foi um acidente. Ele veio dividir e acabou chutando forte na minha canela", declarou o atleta.

-----------
Fonte Portal Gaz
Foto: Ag. Assmann/ Rodrigo Assmann


NOROESTENOTICIAS.COM.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário